PUBLICIDADE
Notícias

Professores municipais fazem assembleia e decidem continuar greve

Cerca de 200 professores seguem em caminhada em direção ao Paço Municipal, onde às 17h terão uma reunião com representantes da Secretaria Municipal da Educação (SME) e com o prefeito Roberto Cláudio

10:45 | 04/08/2014

Os professores municipais de Fortaleza decidiram pela continuidade da greve em assembleia realizada na manhã desta segunda-feira, 4, na Praça do Ferreira, Centro.

 Após a decisão, cerca de 200 professores seguiram em caminhada em direção ao Paço Municipal, onde, às 17h, terão uma reunião com representantes da Secretaria Municipal da Educação (SME) e com o prefeito Roberto Cláudio. Lá será discutida a proposta da Prefeitura.

 [SAIBAMAIS4]Uma nova assembleia está marcada para a próxima terça-feira, 5, na Praça da Imprensa, onde eles decidem se continuam com a greve. Na última sexta-feira, 1º, os professores realizaram uma manifestação no cruzamento da Câmara Municipal de Fortaleza, na rua Thompson Bulcão, bairro Luciano Cavalcante.

 Segundo a 1ª secretária-geral do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação do Ceará (Sindiute), Ana Cristina Guilherme, os docentes só voltam à sala de aula com as reivindicações atendidas, apesar de a Prefeitura ter conseguido uma liminar que estabelece multa diária de R$ 100 mil para cada dia de greve.

 Conforme O POVO publicou na edição de sábado, 2, durante inauguração de um centro de educação infantil na última sexta-feira, Roberto Cláudio declarou ter sido surpreendido com a greve da categoria e disse estar “disponível” para negociar com os professores, que têm pauta de reivindicações “razoável”, segundo o prefeito.

 Confira o momento que os professores decidem pela continuidade da greve:

[VIDEO1] 

 

Eugênio Vasques, asessor jurídico do Sindiute, fala sobre os próximos passos da greve:

[VIDEO2] 

 

Redação O POVO Online com informações do repórter Rômulo Costa

TAGS