PUBLICIDADE
Notícias

Prefeitura estuda implantação de estação de bicicletas no Campus do Pici da UFC

Projeto, ainda sem prazo de lançamento, deve integrar bairros centrais de Fortaleza. Hoje, capital cearense possui 86 km de estrutura cicloviária, segundo a Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos

14:21 | 26/08/2014
NULL
NULL
O reitor da Universidade Federal de Fortaleza (UFC), Jesualdo Farias, anunciou na última segunda-feira, 25, que vai solicitar a implantação de uma estação de bicicletas no Campus do Pici. O sistema de compartilhamento no local é estudado pela Prefeitura de Fortaleza e deve integrar ainda bairros centrais de Fortaleza.

Por meio de sua assessoria, a Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP) informou que ainda não recebeu solicitação da universidade, mas que o local já é um dos pontos que podem receber o projeto, com entre 40 a 60 estações. No último mês, a possibilidade foi discutida pela Prefeitura com associações de ciclistas. Outros pontos estudados são nos bairros Benfica, Parquelândia, Aldeota, Meireles, Praia de Iracema e Varjota.

[SAIBAMAIS 2] Atualmente, Fortaleza possui 75 km de ciclovias e 11 km de ciclofaixas, o que dá um total de 86 km de infraestrutura cicloviária. “Os pontos estão em fase de estudo, pois o Edital para a licitação para a empresa que fará a obra está sendo finalizado. A certeza é que as bicicletas compartilhadas vão estar integradas ao bilhete único”, informa a pasta.

A solicitação da UFC atende pedido de representantes dos Centros Acadêmicos e do Grupo de Interação, que estiveram reunido com o reitor na segunda e pediu três estações de bicicletas no Campus do Pici. Na ocasião, Jesualdo adiantou que além da implantação da Prefeitura, a UFC instalará suas próprias estações.

O projeto de bicicletas compartilhadas, integradas ao bilhete único, foi citado pelo prefeito Roberto Cláudio no início do mês, durante o “Debates O POVO/CBN” com os jornalistas Cinthia Medeiros, da TV O POVO, Erivaldo Carvalho, do núcleo de Conjuntura do O POVO, e o radialista da CBN Ruy Lima.

Redação O POVO Online

TAGS