PUBLICIDADE
Notícias

Ponte danificada na Granja Portugal ameaça frequentadores

Segundo pessoas que passam pelo local diariamente, a ponte está danificada, não possui barras de proteção e há anos o concreto não é restaurado

14:41 | 05/08/2014
NULL
NULL

Na rua Vital Brasil, no bairro Granja Portugal, existe uma ponte sobre o rio Maranguapinho, onde diariamente passam centenas de carros, motos, bicicletas e pedestres. Frequentadores garantem que o local é de risco, pois a ponte está acabada e sem barras de proteção.

 Valdemir Mendes Neves, 48, costuma passar pelo local todos os dias para trabalhar. Ele se sente incomodado com a situação, pois a qualquer momento pode acontecer um acidente grave. “Todos os dias passo por aqui e vejo que nada muda. É um perigo atravessar a ponte, pois ela não tem mais as barras de segurança. Os pedestres são os que mais são ameaçados”.

 O homem afirma que já tentou ligar para a Regional V inúmeras vezes, mas ninguém atendeu suas chamadas. “Já liguei várias vezes, mas nunca ninguém atende. É um absurdo porque até a pista já foi reformada, mas a ponte continua numa situação lamentável”.

 Rejane Maria Teixeira, 45, trabalha em uma escola do bairro e já é rotina passar pela ponte. A mulher diz que preocupa-se com os ciclistas, pois a ponte não tem mais barras de segurança. E, mesmo ela, andando de carro, se sente ameaçada pela insegurança da ponte. “Meu marido vai me buscar na escola todos os dias e eu sempre presencio situações perigosas. Os ciclistas andam com medo, pois qualquer deslize, eles podem cair lá em baixo”.

 A Regional V informa que até o fim desta semana uma equipe da Prefeitura de Fortaleza vai até o local para verificar o caso. Segundo a unidade, dependendo da gravidade, esta obra será revitalizada. 

 Ponte paralela

 No dia 18 de outubro de 2013, a Prefeitura de Fortaleza inaugurou a ponte que vai no sentido contrário à rua Vital Brasil. Esta ponte fica na rua Londrina, no mesmo bairro. A obra estava paralizada desde 2007 e o investimento para a revitalização da ponte foi de 684 mil reais.

 [SELOLEITOR]

 Esta matéria foi sugerida por um leitor pelo WhatsApp do O POVO, no número (85) 8201 9291. Mande você também informações em tempo real para O POVO.

                                                                                     Redação O POVO Online

TAGS