PUBLICIDADE
Notícias

Passa de 11 mil o número de casos confirmados de dengue no Ceará

Só neste ano 29 pessoas morreram em decorrência da doença. Houve um aumento nos casos graves confirmados em 34,1% em comparação com 2013

13:32 | 23/08/2014

Segundo boletim divulgado pela Secretaria de Saúde (Sesa), na última sexta-feira, 22, 31.068 casos suspeitos de dengue foram confirmados no Ceará até a 34ª Semana Epidemiológica (SE), que vai do dia 17/08/2014 a 23/08/2014. 11.472 dos casos suspeitos foram confirmados. Destes, 29 vieram a óbito.

De acordo com o boletim, caiu em 38% o número de casos notificados em comparação com o mesmo período do ano anterior. A maior incidência de casos confirmados ocorreu em pessoas da faixa etária entre 20 e 29 anos. O número de mortes até a 34ª SE é 46,2% menor que em 2013 quando 54 pessoas haviam morrido no mesmo período.

Entre os municípios que aparecem com casos confirmados são Aracati, Araripe, Alto Santo, Arneiroz, Brejo Santo, Campos Sales General Sampaio, Hidrolândia, Icó, Jaguaribara, Jijoca de Jericoacoara, Lavras da Mangabeira, Limoeiro do Norte, Nova Olinda, Ocara, Piquet Carneiro, Pentecoste, Pereiro, Parambu, Porteiras, Quixeré, Santana do Cariri, Tauá e Umari.

Alerta

Em 2014 o Brasil passou a adotar uma nova classificação da doença conforme a Organização Mundial de Saúde (OMS), dengue com sinais de alarme (DCSA) e dengue grave (DG).

A Sesa alerta para que qualquer pessoa que tenha viajado por locais onde haja forte incidência da doença e possuir febre entre 2 e 7 dias é considerado caso suspeito. Casos suspeitos com sinais de alarme ocorre no caso do paciente sentir mais de um sintoma, que é dor abdominal, vômitos ou hemorragia, por exemplo.

Sintomas

Os principais sintomas de dengue são: dor abdominal intensa e contínua, ou dor à palpação do abdômen; vômitos persistentes; acumulação de líquidos (ascites, derrame pleural, pericárdico); sangramento de mucosas ou outra hemorragia e queda abrupta das plaquetas.

Redação O POVO Online

TAGS