PUBLICIDADE
Notícias

Assassinos de vigilante devem cumprir pena de 25 anos de prisão

O crime foi cometido por três homens na avenida Rogaciano Leite, em outubro de 2013

13:58 | 19/08/2014

A justiça condenou David Kilmon Costa da Silva, Rafael da Silva Souza e Danilo Moreira da Silva a 25 anos de prisão pelo crime de latrocínio, roubo seguido de morte.

O trio foi julgado e condenado pela morte do vigilante identificado como Leonardo Gárcia Azevedo, 32, que era funcionário de uma empresa de segurança e trabalhava na avenida Rogaciano Leite. A condenação foi publicada no Diário Oficial na última quinta-feira, 14.

De acordo com o que foi apurado pelo O POVO na data do homicídio, outubro de 2013, os três homens anunciaram o assalto e levaram a arma do vigilante. Mesmo sem reagir, de acordo com populares, a vítima foi alvejada com três disparos de arma de fogo na cabeça.

No dia seguinte, policiais localizaram os acusados que confessaram o crime. Na residência, localizada no bairro Conjunto Jereissati, na Capital, os agentes encontraram a arma roubada da vítima e 32g de crack.

Segundo o juiz Roberto Soares Bulcão Coutinho, titular da 7ª Vara Criminal do Fórum Clóvis Beviláqua, “as evidências apontam pela decisão do grupo em sair para praticar assaltos, tanto que estavam armados e tinham alugado uma casa como esconderijo." Os condenados não poderão apelar em liberdade e deverão cumprir a pena em regime inicialmente fechado.

 Redação O POVO Online

TAGS