PUBLICIDADE
Notícias

Acusado de homicídio por dívida de R$ 170 é preso no Luciano Cavalcante

A vítima, que devia ao acusado o pagamento de uma confecção, foi assassinada com tiros, em setembro do ano passado, também no Luciano Cavalcante

17:45 | 05/08/2014
A Polícia prendeu, na última segunda-feira, 4, um homem de 21 anos acusado de um homicídio ocorrido em setembro do ano passado, no bairro Luciano Cavalcante. Wendley Galdino foi preso em sua residência e nega o homicídio de Alisson Pacheco de Lima. A vítima estaria devendo R$ 170 ao acusado, conforme investigação da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

De acordo com o delegado Ricardo Romagnoli, da DHPP, o acusado não ofereceu resistência, mas não assumiu a autoria do crime. Alisson foi assassinado a tiros por dois homens em uma motocicleta, em uma rua do bairro Luciano Cavalcante, o mesmo bairro em que ele e o acusado moravam. Wendley estaria pilotando a moto. A Polícia identificou o atirador, mas não forneceu maiores informações para não atrapalhar as investigações.

Wendley trabalha vendendo confecções e teria fornecido materiais para Alisson. Ele não pagou a dívida e teria sido abordado por Wendley. Ameaças, no entanto, ainda não foram confirmadas. A Polícia também não descartou que a motivação do crime tenha relação com drogas, pois ambos, vítima e acusado, seriam usuários.

A arma do crime não foi localizada. Tanto Wendley como Alisson não possuíam antecendentes criminais, informou o delegado Romagnoli. Wendley está detido na DHPP.

Redação O POVO Online com
informações da repórter Lusiana Freire

TAGS