PUBLICIDADE
Notícias

Segurança na Capital é reforçada para o jogo Brasil e Colômbia

O jogo deve contar com o reforço de 3.757 policiais militares

19:49 | 02/07/2014

O reforço da segurança para a partida entre Brasil e Colômbia, que acontece na próxima sexta, 4, a Arena Castelão, vai contar com 3.757 policiais militares. Um total de 7.007 profissionais farão a segurança nas áreas de interesse do Mundial. Somada à ação de policiais civis, bombeiros militares, peritos, profissionais das Coordenadorias de Inteligência, de Planejamento Operacional, de Operações de Segurança (Ciops) e de Operações Aéreas (Ciopaer) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS/CE), além das forças parceiras, totalizam os mais de sete mil agentes mobilizados para a segurança em Fortaleza.

Segundo o secretário da Segurança Pública e Defesa Social, Servilho Paiva, as ações de segurança previstas para o dia do jogo seguem o Plano de Segurança que já vem sendo adotado nas últimas cinco disputas da Copa na Capital cearense. “Com a experiência dos outros jogos, estamos mais alinhados em nosso trabalho. Estamos tranquilos com os resultados obtidos. Para a próxima sexta-feira, as atenções estarão redobradas”, frisa.

Distribuição de efetivo<br>O efetivo será dividido entre pontos estratégicos, a exemplo da Arena Castelão, no bairro Boa Vista, na Área Integrada de Segurança 4 (AIS 4); Fifa Fan Fest, na Praia de Iracema e zona hoteleira, na AIS 6; e Aeroporto Internacional Pinto Martins, na AIS 5.

O esquema operacional, que prevê ações de vistorias, escoltas e batedores, entre outras, integrará as operações através do Centro Integrado de Comando e Controle Nacional (CICCN), Móvel (CICCM), Local (CICCL) e Regional (CICCR), para onde as informações e imagens captadas na cidade são enviadas em tempo real.

Escolhida como uma das cidades-sede do Mundial de futebol, Fortaleza recebeu, até agora, cinco partidas da Copa do Mundo, sendo a última prevista para sexta-feira, quando Brasil e Colômbia se enfrentam, às 17 horas, na Arena. A expectativa é de que até 15 mil colombianos passem pela Capital.

Redação O POVO Online

TAGS