PUBLICIDADE
Notícias

Polícia Civil fecha laboratório de droga e prende traficantes

Jonh Lenno Araújo Celestino e Landerson dos Santos Beviláqua foram presos em suas residências, e autuados por tráfico de drogas. A Delegacia de Narcóticos (Dnarc) foi responsável pelas duas operações

08:03 | 23/07/2014
Um laboratório de crack e a prisão de duas pessoas acusadas de tráfico de drogas, nos municípios de Maracanaú e Itaitinga, pertencentes à Área Integrada de Segurança 08 (AIS 08), foram realizadas pela Polícia Cívil do Estado do Ceará (PCCE), nesta segunda-feira, 21. A Delegacia de Narcóticos (Dnarc) foi responsável pelas duas operações.

Na primeira ação, foi capturado um funcionário contratado de uma escola pública municipal de Maracanaú, Landerson dos Santos Beviláqua, 29, conhecido como “Landim”, que já responde por furto. Ele foi preso em sua casa. Com ele, os policiais apreenderam certa quantidade de cocaína e pó branco para mistura, que estavam escondidos dentro de um aparelho de som, além de utensílios utilizados na fabricação do entorpecente: uma prensa hidráulica e duas balanças de precisão.

A segunda ação da especializada resultou na prisão de Jonh Lenno Araújo Celestino, 19, que foi capturado também em sua residência, no município de Itaitinga. No local, os policiais apreenderam 200 pedras de crack prontas para comercialização, além de quatro munições de calibre 38 e a quantia de R$ 169,00 em dinheiro trocado.

De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS-CE), os dois acusados foram conduzidos à Denarc onde foram autuados por tráfico de drogas, artigo 33 da Lei Antidrogas, nº 11.343, com pena prevista de 5 a 15 anos de reclusão, além do pagamento de multa.

Redação O POVO Online

TAGS