PUBLICIDADE
Notícias

Acusados pelo furto ao Banco Central são levados para São Paulo para outro julgamento

16:47 | 22/07/2014
A Secretaria de Justiça e Cidadania do Estado (Sejus) realizou, nesta terça-feira (22), a escolta dos internos Antônio Jussivan Alves dos Santos, o Alemão, e Raimundo Laurindo Barbosa Neto para o Aeroporto Internacional Pinto Martins. Os internos do sistema penitenciário cearense foram intimados pela juíza Sônia Nazaré Fernandes Fraga, da 24ª Vara Criminal da Comarca de São Paulo, para participar, nesta quarta, 23, de audiência de instrução e julgamento. 

Em São Paulo, a dupla é acusada de roubo. No Estado, a escolta foi realizada pelos agentes do Grupo de Apoio Penitenciário (GAP), grupo especial da Sejus. Durante o traslado e a permanência dos apenados na capital paulista, os réus estarão sob responsabilidade da Secretaria de Administração Penitenciária do Estado de São Paulo.

Antônio Jussivan Alves dos Santos foi preso em fevereiro de 2008, acusado de ser o chefe da quadrilha que furtou R$ 164,7 milhões do Banco Central, em Fortaleza, em agosto de 2005. Já Laurindo Barbosa Neto foi preso em setembro de 2006, no Piauí, confessando que ele planejou o assalto ao BC. A Sejus não soube informar a data do retorno dos dois detentos.
 
 Redação O POVO Online
 

TAGS