PUBLICIDADE
Notícias

Trabalhadores da Construção Civil protestam nesta manhã

O sindicato dos trabalhadores afirma que a greve geral será decretada no próximo dia 23. Sinduscon lamentou manifestação e a falta de acordo

11:57 | 12/06/2014
NULL
NULL

Atualizada às 13h50min

Trabalhadores da Construção Civil prostestaram na manhã desta quinta-feira, 12, pelas ruas de Fortaleza. O movimento iniciou na rua Costa Barros, no bairro Centro, e se direcionou para o litoral, passando pela Praça Portugal, Palácio da Abolição, e chegando à avenida Beira Mar.
[SELOLEITOR]

Em nota, o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Ceará (Sinduscon-CE) lamenta que o Sindicato dos Trabalhadores da Construção em Fortaleza e Região Metropolitana (STICCRMF), ligado ao movimento CSP-Conlutas (PSTU), ''tenha abandonado a mesa de negociações e optado por manifestações públicas que têm causado transtornos à mobilidade urbana, chegando a registrar episódios de violência em algumas áreas''. Seis rodadas já foram realizadas, porém não foi possível chegar a um acordo.

Segundo o diretor do STICCRMF, Laercio Cleiton, os trabalhadores decidiram em assembleia, na última quarta-feira, 11, que a greve geral será decretada no próximo dia 23. “Até lá, não descartamos negociações, mas os trabalhadores que se reuniram ontem concordam que essa seria a única forma de pressionar o patronato”, completa.

Dentre as principais reivindicações do STICCRMF, estão reajuste salarial de 15%, cesta básica no valor de R$ 150,00, plano de saúde, auxílio combustível e 5% de mulheres nos canteiros de obras.

Laercio afirma que novas paralisações, com duração de duas horas, também devem ocorrer nos próximos dias. Na tarde desta quinta-feira, 12, abertura da Copa do Mundo, não há manifestação dos trabalhadores da Construção Civil agendada

Esta matéria foi sugerida por um leitor pelo WhatsApp do O POVO, no número (85) 8201 9291. Mande você também informações em tempo real para O POVO.

 

Redação O POVO Online

TAGS