PUBLICIDADE
Notícias

Motoristas de vans de Fortaleza paralisam atividades

De acordo com sindicato, a interrupção nas atividades se dá em razão da falta de pagamentos e de condições precárias de trabalho

11:09 | 18/06/2014

Atualizado às 13h20min
Os motoristas de vans da cidade de Fortaleza paralisam suas atividades, por tempo indeterminado, a partir desta quarta-feira, 18. O motivo, de acordo com o Sindicato dos Empregados em Transporte Alternativo da Cidade de Fortaleza (Sintraafor), é a falta de pagamentos e as condições precárias de trabalho. Embora estejam paralisados, a linha 52 Caça e Pesca/Centro continua a sua rota normalmente, correspondendo à 30% do efetivo do transporte.

O presidente do Sintrafor, Valdênio Aguiar, informa que os funcionários da Cooperativa dos Transportadores Autônomos de Passageiros do Estado do Ceará (Cootraps) estão trabalhando sem receber benefícios como FGTS e INSS há cinco meses. "Vários motoristas reclamam constantemente da sujeira dos automóveis e dos pneus carecas. Problemas nos freios dos veículos, também recorrentes, dificultam o trabalho", afirma.

Durante uma assembleia realizada no último sábado, 14, duas garagens foram totalmente fechadas. Segundo o sindicato, a Cootraps se recusou a receber o comunicado dos trabalhadores.

De acordo com a assessoria da Cootrap, na manhã da última terça-feira, 17, foi realizada uma reunião no Ministério do Trabalho com as partes. A Cootrap afirma ainda que negociou os pagamentos com o sindicato, e que teve a sua proposta acatada.

 Entretanto, com o descumprimento por parte do Sintraafor, que prometeu não paralisar os serviços, a Cootrap recorrerá ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT) para resolver as pendências.

Redação O POVO Online

TAGS