PUBLICIDADE
Notícias

Agentes da AMC prometem paralisação na Copa; órgão garante efetivo trabalhando

Uma nova assembleia está agendada para esta sexta-feira, 13, para avaliar se as paralisações serão postas em prática, caso as reivindicações da catergoria não sejam atendidas pela Prefeitura

16:20 | 11/06/2014
NULL
NULL
Os agentes da Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e Cidadania (AMC) prometem paralisar atividades por 24h nos dias em que os jogos da Copa do Mundo ocorrerão em Fortaleza. A decisão foi tomada em assembleia geral da categoria realizada na segunda-feira, 9, na Praça Estrela, em frente à sede do órgão. Para a sexta-feira, 13, está marcada uma nova assembleia geral, onde os agentes esperam receber uma proposta da Prefeitura e votar se haverá as paralisações previstas. 

Diretor Setorial de Trânsito do Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos Municipais de Fortaleza (Sindifort) e agente de trânsito da AMC, Eriston Ferreira diz que a categoria pode voltar atrás da decisão, caso haja um acordo entre os agentes e a Prefeitura. Na terça-feira, 10, os agentes entregaram um ofício no gabinete do prefeito Roberto Cláudio (Pros) falando sobre a negociação. 

A principal reivindicação é pela redução da carga horária de 36h para 30h semanais. Eriston diz que se a Prefeitura aceitar a redução, os agentes não irão paralisar as atividades durante o Mundial."Se até sexta-feira - quando haverá assembleia - não tiver nenhuma negociação, não terá como reverter a situação e vamos paralisar, sim", afirma o agente. 

O movimento da categoria ocorre depois de a Prefeitura não ter assinado acordo fechado sobre o Plano de Cargos, Carreiras e Salário (PCCS). A negociação ocorreu após paralisações dos agentes nos meses de janeiro e fevereiro deste ano. Após as paralisações, o diálogo entre Prefeitura e Sindicato foi retomado e transcorreu com reuniões nos meses de março, abril e maio.
 
Os agentes paralisaram todos os serviços no último 30 de maio, por 24h, como forma de pressionar a Prefeitura de Fortaleza a continar com as negociações. Em fevereiro, a categoria também havia interrompido suas atividades, mas logo voltaram ao trabalho após entrar em acordo com a Prefeitura.
 
[SAIBAMAIS1]Trânsito em dias de jogos
A Autarquia desenhou uma operação de trânsito e transporte para os dias de jogos da Copa do Mundo na Arena Castelão. No primeiro dia de jogo - sábado, 14 -, a operação terá início à meia-noite, com a remoção dos veículos estacionados em locais proibidos e implantação dos postos de triagem e bloqueios. Um efetivo de 170 agentes de trânsito, distribuídos em 45 viaturas e 20 motos, farão o monitoramento da região com o auxílio de cinco reboques para desobstrução das ruas e avenidas, caso seja necessário.

Caso a paralisação seja concretizada, a categoria diz que deixará apenas um efetivo para atender emergências. "Além das paralisações em dias de jogos, os agentes não descartam atividades em outras datas", diz o Sindifort, por meio de nota. "Mas nosso intuito é resolver a situação", conclui Eriston.

AMC
A Autarquia de Trânsito garante que, a despeito das paralisações, o contingente de 170 trabalhadores do órgão está garantido para a operação de trânsito. O órgão se manifestou por meio de nota sobre a promessa de paralisação dos agentes. Leia a íntegra:
 
"Com relação à paralisação dos agentes da Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e de Cidadania (AMC), conforme foi divulgado pelo Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos do Município de Fortaleza, a Prefeitura esclarece que a operação no entorno da Arena Castelão está assegurada. Um efetivo de 170 agentes do órgão será disponibilizado para garantir o ir e vir dos torcedores durante todos os seis jogos da Copa do Mundo sediados na cidade". 
 

Camila Holanda

TAGS