PUBLICIDADE
Notícias

Mais um adolescente suspeito do assalto que matou motorista é apreendido

O acusado foi denunciado por familiares e deu uma nova versão sobre o caso, informando que o primeiro adolescente apreendido, de 13 anos, teria efetuado os golpes contra o motorista

20:37 | 30/05/2014

Atualizada às 21h45min

A Polícia apreendeu mais um adolescente suspeito de participar do assalto de ônibus que terminou com a morte de um motorista e um cobrador internado. O acusado, também um adolescente de 13 anos, foi apreendido na tarde desta sexta-feira, 30, em um abrigo localizado no bairro João XXIII.

Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública Defesa Social (SSPDS), os próprios familiares do adolescente denunciaram seu paradeiro. A mãe do suspeito informou à Polícia que ele é morador de rua e usuário de drogas, por isso, costumava dormir nos terminais do Siqueira e da Parangaba, além do abrigo onde foi encontrado.

[SAIBAMAIS 2] O adolescente contou para a mãe que participou do assalto quando foi em casa pegar roupas, na noite da última quinta-feira, 29. Após visita ao abrigo, a Polícia capturou o suspeito, que foi encaminhado à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), no bairro São Geraldo. Em depoimento, o jovem confessou ter participado da ação e levado as facas, junto com outras duas pessoas, o primeiro adolescente apreendido e um adulto que ainda não foi identificado.

O segundo adolescente apreendido informou à Polícia que estava próximo ao terminal do Siqueira, quando recebeu o convite dos outros dois envolvidos para assaltar o coletivo. Eles teriam ido até a Praça do Canindezinho, na avenida Osório de Paiva, onde subiram no ônibus. O jovem negou a versão do primeiro envolvido, que informou ter esfaqueado o cobrador. Segundo a nova versão, os golpes contra o motorista foram efetuados pelo primeiro adolescente e o adulto teria esfaqueado o cobrador.

De acordo com a delegada titular da DCA, Iolanda Fonseca, o adolescente foi transferido para o Centro Educacional São Miguel, onde ficará internado por 45 dias aguardando decisão do Juiz, referente sua sentença.

Caso
O assassinato do motorista Francisco Erivaldo Matias Marinho, na noite da última quarta-feira, 28, mobilizou os trabalhadores dos ônibus para um protesto, seguido de paralisação durante toda a quinta-feira, 29. Francisco foi esfaqueado junto com o cobrador durante um assalto dentro do ônibus que dirigia. Ele não resistiu a uma cirurgia no Frotinha da Parangaba e veio a óbito na quinta de manhã.

O cobrador Francisco Valder, também esfaqueado no assalto, sofreu um golpe na coluna, que causou lesão na medula espinhal. O hospital ainda não tem previsão para cirurgia nem para a alta do paciente, mas seu estado de saúde é estável.

Redação O POVO Online

TAGS