PUBLICIDADE
Notícias

Ceará tem 66,17% da população imunizada contra influenza

A meta é de 80%

16:15 | 27/05/2014
Até a manhã da última segunda-feira, 26, os municípios cearenses estavam com 66,17% de cobertura da vacinal contra gripe,  com 1.173.305 doses aplicadas. A Coordenação Estadual de Imunização, da Secretaria da Saúde do Estado, está convocando os municípios a realizar mobilizações na última semana da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe no Ceará. 

A meta de imunização estabelecida pelo Ministério da Saúde é de 80% da população-alvo. No Estado, 69 municípios já cumpriram a meta de imunização, 107 estão com cobertura maior que 50% mas ainda não atingiram a meta, e oito estão com cobertura abaixo de 50%. Depois de prorrogada, a campanha no Ceará vai até a próxima sexta-feira, 30.
 
A orientação da Coordenação Estadual de Imunização é para que os municípios que ainda não atingiram a meta de vacinação realizem dias de mobilização e a busca ativa de pessoas ainda não vacinadas em creches, escolas e abrigos de idosos, unidades de saúde, cadeias e presídios.

Meta
Na meta de imunização de 80% da população, de 1.995.760 pessoas, estão incluídas as crianças de 2 a 4 anos, 11 meses e 29 dias; idosos com 60 anos ou mais; as gestantes; as puérperas (até 45 dias após o parto). os trabalhadores de saúde; os grupos portadores de doenças graves crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, os povos indígenas; a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.

Vacina 
A vacinação é a principal prevenção contra a influenza. A campanha é feita anualmente, desde 1999 e contribui para a prevenção da gripe nos grupos vacinados, além de apresentar impacto na redução das internações hospitalares, gastos com medicamentos para tratamento de infecções secundárias e mortes evitáveis.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a estimativa é de que de 5 a 15% da população sejam acometidos e que, globalmente, a influenza, doença respiratória infecciosa de origem viral, cause 3 a 5 milhões de casos graves e 500 mil mortes todos os anos.
 
A transmissão dos vírus influenza ocorre por meio do contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar ou através das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com mucosas (boca, olhos, nariz). 

Entre os cuidados simples para prevenir a gripe, está a lavagem das mãos várias vezes ao dia, cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar; evitar tocar o rosto e não compartilhar objetos de uso pessoal. Os sintomas da gripe são febre, tosse ou dor na garganta, além de dor de cabeça, dor muscular e nas articulações. O agravamento pode ser identificado por falta de ar, febre por mais de três dias, piora de sintomas gastrointestinais, dor muscular intensa e prostração.
Redação O POVO Online  

TAGS