PUBLICIDADE
Notícias

Universitário é morto a facadas e mãe fica ferida durante assalto

16:54 | 01/04/2014
NULL
NULL

Atualizado às 18h20min

Um universitário morreu na madrugada de segunda-feira, 31, vítima de latrocínio - roubo seguido de morte - na própria residência, localizada na rua Tenente Benévolo, no bairro Meireles. A mãe do estudante ficou ferida. Segundo o tenente-coronel Sávio Bezerra, o assaltante esfaqueou as vítimas e fugiu, mas foi capturado pela Polícia.

Adler José Silva Lima, de 32 anos, recebeu dois golpes de faca: um no abdômen e outro no pescoço. O rapaz foi encaminhado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos. Ele cursava o sexto semestre do curso de Administração na Faculdade Stella Maris. 

A mãe de Adler, Lúcia de Fátima Pereira Nunes, foi esfaqueada no abdômen, mas seu estado é estável, de acordo com o militar.

As vítimas estavam dormindo, mas acordaram com a invasão do assaltante à residência, ainda conforme informações da Polícia. O acusado, identificado como Jackson Lima das Chagas, era morador da região do Campo do América, também no Meireles, e a própria comunidade teria ajudado a Polícia na prisão.

Jackson foi capturado e levado ao 2º Distrito Policial (DP), onde foram realizados os primeiros procedimentos. De acordo com a Polícia, o acusado está preso na Delegacia de Capturas e Polinter.

Velório e ato na faculdade
O corpo de Adler será velado nesta noite, na casa em que morava. O enterro deve ocorrer na manhã desta quarta-feira, 2, às 8 horas, no Cemitério São João Batista. 

Segundo Gino Bacchi, diretor acadêmico da Faculdade Stella Maris, onde Adler estudava, o crime pegou a todos na instituição de surpresa. "É um momento tão difícil. Hoje, às 19h, vamos fazer um ato na faculdade, com alunos e funcionários. Queremos articular, com as organizações estudantis das instituições, para fazer um grande ato em Fortaleza, repudiando essa onda de violência e exigindo mudanças", afirmou.  

 

Outros casos

Na madrugada do domingo, 23, Raphael Lopes foi morto durante uma tentativa de assalto na avenida Odilom Guimarães, em Messejana. Ele estava em um veículo com mais quatro amigos voltando de uma festa quando o carro foi interceptado por assaltantes que estavam na pista, na altura do número dois mil. Inicialmente, o motorista achou que era uma blitz, quando percebeu que era assalto, acelerou o carro e fugiu. Raphael, que estava no banco de trás, foi atingido por dois disparos, um no peito e outro de raspão.

Na noite da última quarta-feira, 19, o estudante Mardônio Freire Júnior, 19, foi morto a tiros depois de ser abordado por dois assaltantes no bairro Henrique Jorge, em Fortaleza. Estudante do curso de Direito da Universidade Federal do Ceará (UFC), ele estava em seu carro - uma HB20 - quando foi abordado.

Na madrugada da última segunda-feira, 17, um delegado cearense que trabalhava em uma cidade do Piauí foi morto em assalto na avenida Washington Soares, no bairro Guararapes, em Fortaleza. Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Lucas Craveiro Alves, 32 anos, estava saindo de um restaurante por volta de 4h, quando três homens o abordaram e anunciaram o assalto. O delegado estava armado, reagiu e foi alvejado com seis tiros.

Redação O POVO Online

TAGS