PUBLICIDADE
Notícias

Motoristas paralisam atividades por uma hora no terminal Papicu

Os coletivos ficaram parados no entorno do local até às 10h40min. Ato é pelo fim da dupla função de motorista e cobrador em micro-ônibus

10:49 | 01/04/2014

Atualizada às 13:10

Os motoristas do terminal do Papicu paralisaram as atividades durante uma hora no local, na manhã desta terça-feira, 1°. O protesto foi agendado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Ceará (Sintro) para pressionar os empresários contra a dupla função de cobrador e motorista em micro-ônibus.

O ato teve início por volta das 9h35min. Alguns coletivos ficaram parados no entorno do terminal enquanto os motoristas se reuniam no local. Por volta das 10h40min, os coletivos voltaram a circular normalmente. Não houve confronto.

Segundo o vice-presidente do Sintro, Sérgio Barbosa, a categoria negociava com o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) para a implantação de cobradores nos micro-ônibus, impedindo a dupla função dos motoristas nesses coletivos. No entanto, eles afirmam que o Sindiônibus não cumpriu a promessa de apresentar um posicionamento sobre o assunto no dia 13 de março.

Sem resposta, a categoria decidiu paralisar as atividades durante uma hora no terminal Papicu. Ainda de acordo com Sérgio, o ato também é pela insegurança nos coletivos. “Os empresários se preocupam apenas com o patrimônio deles, na época dos incêndios [de coletivos] colocaram policiais, mas antes disso os motoristas e cobradores já estavam sujeitos a assaltos e arrastões”, completa.

O Sindiônibus informou que não há impedimento legal quanto à dupla função e que os motoristas que exercem essa cobrança nos coletivos recebem um percentual extra. Em nota, disse ainda que "o Sindiônibus repudia com veemência mais uma atitude irresponsável do Sintro em promover qualquer ação paralisatória no sistema de transporte coletivo".

Redação O POVO Online

TAGS