PUBLICIDADE
Notícias

Dia ''D'' de vacinação contra a gripe é neste sábado

Os postos de saúde da Capital estarão abertos das 8h às 17h. Campanha acontece também no Interior

17:58 | 25/04/2014

Este sábado, 26, é o dia “D” de mobilização da Campanha Nacional de Vacinação da Gripe. Os postos de saúde de Fortaleza estarão abertos das 8h às 17h. A campanha acontece também no Interior. O público prioritário, de acordo com as normas do Ministério da Saúde (MS), é de crianças de seis meses a menores de cinco anos, gestantes e idosos. Este ano, a campanha completa 16 anos.

 Além desses, também devem ser vacinados puérperas com até 45 dias após o parto, pessoas com doenças crônicas, indígenas, trabalhadores de unidades de saúde e população privada de liberdade, além de funcionários do sistema prisional.

 A campanha vai até o dia 9 de maio. No Ceará, a meta é vacinar 80% do público-alvo de 1.995.760 pessoas. Segundo a Secretaria de Saúde do Estado, o Ceará tem superado a meta de cobertura do MS.

 De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a previsão é de que 5 a 15% da população sejam acometidos com a influenza e que, globalmente, essa doença respiratória infecciosa de origem viral provoque 3 a 5 milhões de casos graves e 500 mil mortes todos os anos.

 A transmissão do vírus influenza, que causa febre, dor de cabeça, dores musculares, tosse, dor de garganta e fadiga, ocorre através do contato com secreções das vias respiratórias eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar ou por meio de mãos ou objetos contaminados quando entram em contato com os olhos, boca, nariz. A vacina protege contra os três subtipos de vírus da gripe: A/H1N1, A/H3N2 e influenza B.

 Em Fortaleza, os 92 postos serão disponibilizados pela Prefeitura para o dia ''D''. Além disso, diariamente, conforme a Secretaria Municipal de Saúde, a vacina está sendo disponibilizada em todos os postos de saúde nos horários de 7h às 19h nas 45 unidades que já estão funcionando de acordo com o novo modelo de gestão, e de 8h às 17h nos demais postos. A meta é vacinar 552.365 mil pessoas na Capital.

 Para realizar a mobilização, o MS disponibilizou às secretarias estaduais de saúde 53,5 milhões de doses da vacina. A campanha de vacinação é realizada no período que antecede o inverno porque a criação de anticorpos ocorre entre duas e três semanas após a aplicação da dose.

 As pessoas com doenças crônicas devem apresentar prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do SUS deverão se dirigir aos postos em que estão registrados, sem a necessidade de prescrição médica.

 De acordo com o MS, após a aplicação da vacina, podem ocorrer, de forma rara, reações leves e passageiras, como dor no local da injeção, eritema e induração. A vacina é contraindicada para pessoas com história de reação anafilática prévia em doses anteriores ou para pessoas que tenham alergia grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados.

 O ministério alerta ainda que a vacinação contra gripe é uma importante ação de prevenção da gripe, mas não dispensa medidas básicas de proteção. São cuidados simples, como lavar as mãos várias vezes ao dia, cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar, evitar tocar o rosto e não compartilhar objetos de uso pessoal.

 Serviço <br>Dia “D” de vacinação contra a gripe<br>Este sabado, 26<br>Em Fortaleza, os postos de saúde funcionarão das 8h às 17h

 

Redação O POVO Online

TAGS