PUBLICIDADE
Notícias

Campanha de vacinação contra gripe inicia dia 22 de abril

19:51 | 16/04/2014
A 16ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza será realizada de 22 de abril a 9 de maio. No dia 26 de abril, haverá mobilização em todo o País. Cerca de 49,6 milhões de pessoas no Brasil devem ser vacinados, número superior aos 39,2 milhões da campanha no ano passado. No Ceará, a meta neste ano é imunizar 80% da população de 1.995.760 pessoas, entre elas 383.098 crianças de 2 a 4 anos, 11 meses e 29 dias, superando o público-alvo de 2013, que foi de 1.567.976 pessoas. No ano passado, o limite de idade da campanha nacional para vacinação de crianças era de seis meses a menores de dois anos.

Serão vacinados ainda nesta campanha idosos com 60 anos ou mais, gestantes, puérperas(até 45 dias após o parto), trabalhadores de saúde, grupos portadores de doenças graves crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, povos indígenas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional.

Os idosos são o maior grupo a ser vacinado, somando 924.727. Seguido das crianças de dois a menores de cinco anos; das que têm entre seis meses e dois anos (192.884); trabalhadores de saúde (138.790). As gestantes somam 96.442 e as puérperas 15.853. Já os indígenas serão 21.404.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a estimativa é de que de 5 a 15% da população sejam acometidos pela influenza, doença respiratória infecciosa de origem viral, que deve causar de 3 a 5 milhões de casos graves e 500 mil mortes todos os anos. A principal prevenção contra a influenza é a vacinação

A influenza causa febre, dor de cabeça, dores musculares, tosse,dor de garganta e fadiga. A transmissão do vírus ocorre através do contato com secreções das vias respiratórias eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar ou por meio das mãos ou objetos contaminados quando entram em contato com os olhos, boca, nariz. Assim, é de estrema importância lavar bem as mãos. O ato simples promove saúde e evita doenças.

Redação O POVO Online

TAGS