PUBLICIDADE
Notícias

Walter Cantídio lidera ranking de transplantes de fígado na América Latina em 2013

O hospital da UFC ultrapassou o Hospital Israelita Albert Einstein, de São Paulo

09:43 | 11/03/2014

Atualizada às 10h30min

O Hospital Universitário Walter Cantídio, da Universidade Federal do Ceará (UFC), foi a unidade de saúde líder em número de transplantes de fígado realizados em 2013 na América Latina. Com 130 transplantes do órgão, o hospital da UFC ultrapassou o Hospital Israelita Albert Einstein, de São Paulo, que fez 102 transplantes ano passado. Walter Cantídio já era referência nacional neste procedimento cirúrgico.

De acordo com o Registro Brasileiro de Transplantes (RBT), da Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO), o alto desempenho da unidade cearense conseguiu diminuir a taxa de mortalidade dos pacientes que estão na fila de espera, que caiu de 47,79% em 2010 para 11,84% no ano passado. O índice de sobrevida dos pacientes transplantados foi de 84,3% em 2013.

O reitor da UFC, Jesualdo Farias, atribuiu o resultado positivo às obras de reestruturação do hospital, com a modernização das unidades, que faz parte do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários (Rehuf), e ao concurso público para quadro de pessoal nos hospitais universitários do Ceará.

"Esse desempenho é motivo de orgulho para todos que fazemos a UFC. Somos, hoje, um centro de referência quando se trata de transplante de fígado. Isso impacta diretamente na qualidade de vida de nosso povo e, também, na qualidade do ensino médico que prestamos", disse Jesualdo.

De acordo com o chefe do Serviço de Transplante Hepático do Walter Cantídio, Huygens Garcia, esta é a primeira vez que um hospital fora do eixo Sul-Sudeste lidera o ranking de transplantes de fígado.

Números no Ceará

Ainda segundo o RBT, o número de transplantes de fígado no Ceará quase triplicou em sete anos. Em 2013, foram 194 no Estado. Além da UFC, os procedimentos também foram realizados no Hospital Geral de Fortaleza (HGF) e no Hospital São Carlos.

Com isso, o Ceará foi o Estado que mais realizou transplantes no Brasil, em relação a sua população: 23 transplantes por milhão de população, seguido pelo Distrito Federal, com 20,6, e por Santa Catarina, com 18,7. Já em números absolutos, o Estado ficou em segundo lugar no Brasil, atrás apenas de São Paulo.

Redação O POVO Online

TAGS