PUBLICIDADE
Notícias

Servidores do IFCE seguem em indicativo de greve e contestam nota da Reitoria

18:28 | 27/03/2014
Os servidores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) continuam em indicativo de greve. A medida foi aprovada por ampla maioria, na última assembleia geral da categoria, realizada no última sexta-feira, 21. Insuficiência de professores, assédio moral, insegurança nos campi, demora no pagamento do retroativo docente, falta de infraestrutura adequada para as atividades estão entre as reclamações dos servidores, que contestam nota da Reitoria.

De acordo com a nota de esclarecimento emitida pela diretoria do IFCE, na última segunda-feira, 24, não há razões consideráveis para que os funcionários paralisem as atividades.

O Sindicato dos Servidores do IFCE ressalta que, no entender da categoria, "são vários e muito graves os motivos que levam os servidores a se mobilizar para um possível novo movimento grevista – que passará por deliberação, entre os dias 27 e 30 deste mês, em Brasília no Congresso Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (Sinasefe), e poderá se iniciar ainda no mês de abril, após nova assembleia geral dos servidores do IFCE, que decidirão por aderir ou não à possível greve nacional".
A possibilidade de restringir a concessão das 30 horas de trabalho a alguns setores dos técnico-administrativos e de implementar controle de ponto eletrônico no IFCE também estão entre as queixas dos servidores.

Redação O POVO Online

TAGS