PUBLICIDADE
Notícias

Câmera de segurança registra assassinato de dupla a tiros no bairro Cocó

20:36 | 22/03/2014

Atualizada às 12 horas de 23/3/2014

Novas imagens de uma câmera de segurança instalada próximo ao local onde dois homens foram executados no bairro Cocó, em Fortaleza, na última quarta-feira, 19, foram divulgadas na internet neste sábado, 22. A câmera flagra o momento exato dos disparos que atingem a dupla em uma motocicleta.

O tenente da Polícia Militar (PM) de Pernambuco, identificado como Wesley Sávio de Sá Alves, se apresentou à Polícia na última quinta-feira, 20, e confessou ser o autor do crime, juntamente com outro envolvido, o universitário Felipe da Silva Santos, autuado por homicídio doloso. O carro usado no crime foi apreendido.

[SAIBAMAIS 2]

 As vítimas foram identificadas como Auridiano Batista da Silva, 30, e Francisco Antônio do Monte Morais, 28. Um deles residia na comunidade da Rosalina, no bairro Itaperi, e o outro no Jardim Fluminense, no bairro Canindezinho. 

 Wesley afirmou à Polícia que não perseguiu os jovens, pois já havia sido abordado no local da troca de tiros. “Bateram o cano da arma com muita força no vidro do carro e puxaram o gatilho duas vezes, mas a arma não disparou”, contou. Ele disse ter reagido, atirando de dentro do carro com os vidros ainda levantados. “Meu único intuito era proteger minha filha. Não sei nem quantos disparos eu dei”, disse. 

 A versão do tenente, apresentada no depoimento feito na última quinta-feira, foi confirmada com uma reconstituição preliminar que a Polícia fez em relação ao trajeto do tenente da Praia do Futuro ao local da execução. Segundo o capitão Bellini Costa, comandante da 1ª companhia do 8º Batalhão da PM, o tenente teria levado de 8 a 10 minutos da barraca onde estava com a família (mãe e filha) até o local das mortes.

De acordo com o capitão, nessa área onde houve a execução é comum a abordagem de assaltantes em motos a pessoas que fazem o percurso da Praia do Futuro até a avenida Padre Antonio Thomaz - passando pela avenida Aldir Mentor (Cidade Fortal) e ruas do Cocó como a Bento Albuquerque e Batista de Oliveira, onde ocorreu o caso.

 Seria o "assalto relâmpago", quando os assaltantes de moto abordam rapidamente as vítimas e fogem em seguida. A 1ª companhia do 8º Batalhão da PM é responsável pelas áreas da Aldeota, Meireles, Praia de Iracema e Varjota.

 A moto usada pelo dois homens que morreram na ação estava em nome de um DJ de uma casa de forró que funciona no bairro Tancredo Neves. Segundo o capitão Bellini, investigações da Polícia mostram que a dupla teria recebido a moto e a arma para fazer assalto. O capitão informa ainda que a Polícia já tinha ido na casa de um dos ocupantes da moto morto na ação para prendê-lo por conta da prática de "assalto relâmpago".

 

Veja as imagens:

[VIDEO1] 

 

Redação O POVO Online

TAGS