PUBLICIDADE
Notícias

Morre comerciante que teve corpo queimado por criminosos

Segundo o IJF, Antônio Nonato da Silva faleceu por insuficiência respiratória, provocada pela inalação de fumaça, e queimaduras das vias aéreas

10:25 | 15/02/2014

Morreu na noite desta sexta-feira, 14, por volta de 20 horas, o comerciante de 51 anos que teve parte do corpo queimada durante uma tentativa de homicídio, registrada na noite da última segunda-feira, no bairro Presidente Kennedy, na Capital.

Segundo o Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) do Instituto Dr. José Frota (IJF), Antônio Nonato da Silva faleceu por insuficiência respiratória, provocada pela inalação de fumaça, e queimaduras das vias aéreas. Ele havia sido internado em estado grave na última segunda. Antônio teve queimaduras de segundo e terceiro grau. As chamas atingiram 35% do corpo do comerciante, provocando lesões na face, braços, pernas e tórax.

Segundo informações da Polícia Militar, dias antes do crime, a vítima teria denunciado a ação de um adolescente que andava armado com uma escopeta. O jovem acabou apreendido, o que teria provocado a reação de seus comparsas, que resolveram se vingar O grupo faz parte da “gangue do GM”, segundo a Polícia, e são suspeitos de realizarem assaltos na área. Dois suspeitos foram presos.

Redação O POVO Online com informações do repórter Thiago Paiva

TAGS