PUBLICIDADE
Notícias

Campanha arrecada alimentos para as famílias desalojadas do Alto da Paz

16:19 | 21/02/2014
Água, alimentos (preferencialmente que não precise cozinhar), material de higiene, lençol, toalhas, roupas, além de apoio emocional. É o que pede a campanha 'Salve Alto da Paz', em solidariedade às famílias que foram retiradas da comunidade Alto da Paz, na última quinta-feira, 20.

Segundo censo das lideranças locais, cerca de 340 famílias viviam na comunidade localizada no Vicente Pinzón. Muitas delas não têm para onde ir, contando apenas com a quantia de R$100 oferecida pela Prefeitura, como ajuda de custo para a mudança. Eliana Gomes, presidente da Habitafor, disse que a ajuda de custo será dada às famílias pela empresa responsável pela obra, a IRS Engenharia. A periodicidade do repasse vai depender da empresa e de um levantamento da Defesa Civil, que está no local para o remanejamento dos moradores após a desocupação.

No terreno serão construídas 1.472 moradias para a população carente das comunidades do Titanzinho e do Serviluz, no âmbito do projeto Serviluz, que vai compreender uma série de ações, como a construção da via paisagística na orla do Serviluz e a recuperação de ruas das comunidades; construção de praça no entorno do Farol do Mucuripe, com 26.000 m²; e melhorias em 1.181 unidades habitacionais do Serviluz, com instalação de kits sanitários e reformas.

A presidente da Habitafor adiantou ainda que os moradores da comunidade poderão ser integrados à mão-de-obra da construção do conjunto habitacional, proposta que já foi acatada pela IRS Egenharia. A previsão é de que os primeiros lotes sejam entregues em janeiro do próximo ano.

Para colaborar:
Ponto de entrega no Benfica: Rua Olívio Câmara, 62 apt 03. Contato: 3253-7320.
Vivenda do Sossego: Rua Jorge Acúrcio, 320. Vila União. Contato: 3257-3711.
Mais informações no (85) 8848-3227.

Redação O POVO Online

TAGS