PUBLICIDADE
Notícias

Fortaleza apresenta índice de coleta seletiva de 1%

Cidades-sede da Copa ainda reciclam pouco, apesar de estádios 'sustentáveis'

21:19 | 10/07/2013

Um levantamento feito pela BBC Brasil junto às prefeituras das 12 cidades-sede do Mundial de Futebol de 2014 revela que em nenhuma delas mais de 10% do lixo recolhido diariamente é reciclado via coleta seletiva. Em Fortaleza, o índice não supera 1%. Manaus, Natal e Cuibá também apresentaram o mesmo índice de 1%.

Apesar de abrigarem estádios estruturados para a separação do lixo, fora das arenas as cidades que sediarão os jogos no ano que vem apresentaram resultados abaixo do esperado quanto à reciclagem fora das arenas.

Liderando a lista com o maior coeficiente de lixo reciclado está Porto Alegre, com 9,1%, seguida por Belo Horizonte (7%), Curitiba (6,6%), Brasília (5%), Salvador (5%), São Paulo (2,1%), Recife (2%) e Rio de Janeiro (1,4%).

Juntas, as 12 cidades-sede e suas regiões metropolitanas são responsáveis pela produção diária de 35% dos resíduos sólidos urbanos do país, ou 91 mil toneladas de lixo, segundo o levantamento da BBC Brasil.

 

Redação O POVO Online

TAGS