PUBLICIDADE
Notícias

Estoque de leite do Iprede só garante uma semana de alimento às crianças

O estoque de latas conta somente com 2.500 unidades. Mas o consumo diário de leite em pó é de 350 por dia

16:37 | 31/05/2012
NULL
NULL
As cerca de 2.500 latas de leite em pó no estoque do Iprede só garantem a alimentação das crianças pelos próximos sete dias. É o nível mais baixo registrado este ano pela entidade, segundo informações da direção do Iprede, que é o Instituto de Promoção da Nutrição e do Desenvolvimento Humano.

Por dia, as 1.200 crianças atendidas no local consomem 350 latas de leite. "Isso nos aflige porque uma semana passa rápido", diz o presidente da entidade, o médico Sulivan Mota.

O problema, segundo Mota, é que o primeiro semestre do ano não motiva as pessoas a doarem. "Outubro (quando se celebra o dia das crianças) e dezembro (Natal) são meses com boas doações porque sensibilizam, mas depois elas vão caindo", afirma.

De acordo com informações do Iprede, todo o leite usado na alimentação das crianças subnutridas é conseguido por meio de doação. Quando as pessoas deixam de contribuir, surge o risco de comprometer o tratamento das crianças. "Ao todo, nós precisamos de 10 toneladas de alimento por mês. Mas não é só de leite. Há arroz, farinha, feijão, óleo e outros alimentos. Mas para esses não temos problema porque nunca falta. Mas como o leite é mais caro, é mais difícil as pessoas doarem. Quando recebemos uma grande doação é de 10 a 20 latas, mas precisamos 350 latas por dia", diz Mota.

O leite em pó é usado na recuperação de crianças desnutridas. As que mais precisam são as de idade até três anos. "O leite é o mais essencial para essas crianças. Então nós pedimos de qualquer marca, desde que seja integral e em pó porque as mães não têm geladeira em casa para guardar o leite líquido", alerta. A entidade atende crianças de zero a seis anos de idade.

Leia também:
Iprede oferece cursos para melhorar a autoestima das mulheres

Estoque
Segundo o presidente do Iprede, Sulivan Mota, o estoque ideal para o Iprede é de 45 dias, mas é difícil a entidade conseguir. "No Fortal do ano passado recebemos 95 dias de estoque. Como já tínhamos leite em casa, ficamos com garantia de quatro meses. Mas é raro acontecer", afirma.

De acordo com o médico, poucas pessoas se lembram de pedir doação de leite em dias de festas ou eventos em teatros. "Mas a doação pode ser feita em qualquer quantidade. E se ligarem, nós vamos pegar na casa da pessoa", lembra.

Serviço:
Para doar leite, a pessoa pode ligar no número (85) 3218-4000 para agendar a doação.
Os alimentos podem podem ser entregues direto na entidade, na rua Prof. Carlos Lobo, 15, no bairro Cidade dos Funcionários, em Fortaleza.
Além disso, pode solicitar à companhia de energia para incluir o valor da doação na fatura mensal.

Márcio Teles
[email protected]

TAGS