PUBLICIDADE
PUBLIEDITORIAL RianTecidos

Saiba como apostar em tecidos neon para iluminar o look

Retorno aos anos 1980, as cores vibrantes estão presentes em desfiles de moda e em fotos de digital influencers. Veja como incorporar a tendência ao seu guarda-roupa

31/01/2019 07:45:00
Tecidos amarelo, rosa, laranja e verde em tons neon expostos em uma vitrine e refletidos no vidro
Tecidos amarelo, rosa, laranja e verde em tons neon expostos em uma vitrine e refletidos no vidro

[FOTO1]
O Carnaval está chegando, os bloquinhos que antecipam a data já estão entrando na programação da Cidade e, com eles, as cores vibrantes e o brilho ganham espaço em vitrines e guarda-roupas. Presente em passarelas de semanas de moda e em looks de digital influencers, o neon é uma tendência que marca um retorno aos anos 1980, podendo ser utilizado em roupas, acessórios e maquiagens.
 
"Estamos vendo muito esse retorno, esse resgate, no lurex, no paetê… Normalmente, no Ceará, na região Nordeste, essa parte de brilho e de paetê dura só até o final do ano, mas estamos percebendo que está se esticando", afirma Jéssicla Barbosa, coordenadora de estilo da Rian Tecidos. Esse movimento de volta a tendências anteriores, de acordo com ela, está relacionado a fatores como momento econômico e comportamento da população. "Se prestarmos atenção na história da moda, sempre depois de um grande recesso, como tivemos, começa a vir essa questão da opulência."
 
A coordenadora de estilo aponta que elementos neon — seja em detalhes ou peças inteiras — ajudam a inserir luz nas combinações. "Por exemplo: [você usa] uma camiseta branca e um jeans, mas, se põe um ponto neon, ele refresca o visual, ressalta, dá aquele ar mais diferenciado e jovial." No Ceará e no Nordeste, em geral, segundo Jéssicla, essas cores tornam-se ainda mais vibrantes pela incidência da luz solar.
 
Para escolher a melhor forma de inserir a tendência nas composições, a coordenadora de estilo afirma ainda que é necessário autoconhecimento. Quem não tem problema em chamar atenção para si, por exemplo, pode investir em peças completas em neon ou combinar um tom vibrante com preto para gerar contraste, por exemplo. "Mas se você é uma pessoa mais clássica, acho que vale investir nos acessórios", aponta.
 
Estamparia digital
Outra forma de incorporar esses tons no vestuário é por meio de estampas com desenhos que trazem as cores vibrantes. "Nós da Rian trabalhamos super bem com essa questão e podemos fazer o casamento dos tons de neon que o cliente está usando no [tecido] liso junto à estampa", afirma Jéssicla. Os clientes podem encomendar pelo menos 50 metros de tecido com estampa exclusiva desenvolvida na Rian Tecidos.
 
"Batemos as amostras e o piloto, se o cliente quiser, para fazer o desenvolvimento da peça e ver como fica o caimento do tecido. Nós temos dois books de base, um para tecido plano e um para malha, e, dentro dessas opções, têm várias bases que o cliente pode escolher. Ele pode escolher a base, a cor, o desenho. Fazemos todo esse apoio, desde o início da criação do desenho até a entrega do produto", explica. Entre os tecidos, podem ser escolhidas, por exemplo, bases de poliéster, poliéster com elastano ou mistos de poliéster, viscose, linho e elastano.
 
Adaptação
Percebendo a volta do neon para o vestuário por meio de pesquisas de tendência, a empresa investiu em tintas específicas e em outras modificações no maquinário, como mudança na velocidade da plotter digital, para trabalhar essas cores na estamparia digital. "O grande segredo é o perfil [forma como a máquina é calibrada para entender a cor], porque você não vai colocar a tinta lá e vai sair neon. Você vai conseguir uma cor, mas não com qualidade", explica Vinícius Mestre, estampador digital da Rian Tecidos. A velocidade correta faz com que o pigmento reaja e solte por igual na peça.

TAGS