PUBLICIDADE
PUBLIEDITORIAL forumsustentabilidade

Os caminhos de empresas sustentáveis

Especial Caminhos Sustentáveis, publicado hoje, 28, no O POVO, apresenta as perspectivas empresariais para a responsabilidade social, ambiental e financeira. Confira!

26/03/2020 07:08:08
Caderno especial foi publicado hoje no O POVO
Caderno especial foi publicado hoje no O POVO

O movimento de melhores práticas ambientais, sociais e de governança tem sido pré-requisito para as organizações. E não apenas porque está na moda ou por ser uma interessante estratégia de marketing, mas porque “o futuro pode ser bastante incerto e as empresas precisam estar caminhando numa direção”, explica Ricardo Voltolini, diretor-presidente do Ideia Sustentável e autor do livro Conversa com Líderes Sustentáveis. Ricardo fala sobre a perspectiva de que as empresas são cobradas por práticas sustentáveis tanto pelos consumidores, quanto por funcionários e até investidores. “Os empreendimentos saíram de pequenas ações para um estágio mais estratégico em que a sustentabilidade está no centro das finanças no curto, médio e longo prazo”, explica.

Clique aqui para baixar o PDF.

Neste contexto, fazem-se necessárias ações mais estratégicas para compreender os percursos até a consolidação da cultura de sustentabilidade, pensando desde as pessoas que estão sendo formadas a adotarem a conduta na sua formação à questão de lideranças mais engajadas. Esse caminho quem aponta é Ana Lúcia Custódio, diretora-adjunta do Instituto Ethos. Ana acrescenta que já houve muitos avanços nas últimas décadas. O Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social atua desde 1998 na articulação entre empresas, governo, academia e população para o desenvolvimento sustentável e gera os indicadores Ethos. Através deles é possível mapear novas abordagens para a gestão das empresas e integrar os princípios e comportamentos de responsabilidade social empresarial.

Mas, como trilhar o caminho da sustentabilidade? O primeiro passo é entender que um empreendimento sustentável é aquele que possui um triplo impacto: financeiro, social e ambiental. Sobre esse percurso, Pedro Telles, gestor de Comunidades e Expansão do Sistema B no País - movimento global que mede ações de impacto socioambiental de uma empresa, por meio da organização norte-americana sem fins lucrativos B -, explica que a trajetória é longa e começa de dentro para fora.

Para continuar seguindo, conhecendo e se transformando em uma empresa sustentável, leia o especial do O POVO "Caminhos Sustentáveis", publicado hoje, 28. Essas e outras histórias ajudarão você, consumidor ou empresário, a percorrer a trilha certa.