PUBLICIDADE
Notícias

13 pessoas são conduzidas à PF suspeitas de crime eleitoral

Onze das 13 pessoas presas estariam fazendo boca de urna para a candidatura do prefeito Roberto Cláudio

12:37 | 02/10/2016

Treze pessoas suspeitas de boca de urna foram conduzidas à sede da Polícia Federal (PF) durante a manhã deste domingo, 2. As informações foram repassadas pela PF no fim da manhã. Até as 15 horas, O POVO apurou que o número havia subido para 23 pessoas suspeitas de crimes eleitorais na capital e na Região Metropolitana.

 

Segundo informações da PF, das 13 pessoas, 11 apoiam o candidato Roberto Cláudio (PDT), uma é ligada à candidata Luizianne Lins (PT) e outra estaria favorecendo a campanha do Capitão Wagner.

Três casos foram registrados no bairro João XXIII, um do São Gerardo, três do Presidente Kennedy, um do Conjunto Esperança, quatro do Trancredo Neves e um do Centro. Eles prestaram depoimento, em seguida, foi aberto um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).


 

Redação O POVO Online

TAGS