PUBLICIDADE
Notícias

Após assassinato de vereador, comícios são cancelados em Aiuaba

Decisão foi um acordo entre as coligações que disputam o pleito, baseada no "clamor da população" a fim de evitar aglomerações, afirma juíza

12:20 | 28/09/2016

Em luto pela morte de um candidato a vereador, Aiuaba, no Sertão dos Inhamuns, não terá mais comícios nestas eleições municipais. O acordo foi feito em uma reunião, nessa terça-feira, 27, com representantes das coligações que disputam as eleições. Ratificaram o acordo a juíza titular da 101ª Zona Eleitoral, Anna Carolina Freitas de Souza e o promotor de Justiça Alexandre Paschoal Konstantinou.


Com isso, foram cancelados dois comícios, um de cada coligação, agendados para esta quarta-feira, 28, e para a quinta-feira, 29. Descumprimento do acordo resultará em multa, conta a juíza. Outras formas de propaganda, como uso de carros de som, não estão proibidas, porém. Segundo a juíza Anna Carolina Freitas de Souza, a proposta partiu das próprias coligações, baseada no "clamor da população" para evitar aglomerações. Quatro policiais militares foram destacados para reforçar o policiamento no Município.


Saiba mais
Candidato à reeleição, José Valmir de Sousa (PSDB), 58, o Zé Valmir, foi assassinado no sábado, 24, quando saía de um comício no Distrito de São Nicolau, em Auiaba. Ele estava no próprio carro quando homens encapuzados atiraram cinco vezes na cabeça dele, após perguntarem "se ele era o Zé Valmir".


Cerca de uma hora depois, um outro homicídio ocorreu na cidade. Um homem identificado apenas como Pedro Lopes foi assassinado a tiros na localidade de Bom Nome. O filho de Zé Valmir, Alan Franklin de Sousa, é o principal suspeito do crime, que teria sido cometido em retaliação ao assassinato do pai. A Polícia Civil investiga os crimes.


Disputam o executivo municipal os candidatos Adalberto Feitosa (PMDB) e Ramílson Moraes (PSD).

 

Redação O POVO Online
TAGS