Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Presidente do BoJ diz que aperto do Fed põe em xeque mercados de ativos de risco

O presidente do Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês), Haruhiko Kuroda, afirmou que o ciclo de aperto monetário do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) deve contribuir para a estabilização da economia global, tanto no crescimento quanto na inflação. No entanto, o movimento põe em xeque os mercados de ativos de risco, como ações, e pode provocar saída de capital de países emergentes, ressaltou, em discurso publicado no site do BoJ.

O dirigente ainda voltou a defender um "relaxamento monetário agressivo" em prol da meta de inflação do BC, de 2% ao ano.

Segundo ele, aperto monetário no Japão em meio ao contexto atual de baixo de crescimento e inflação "não é de forma alguma adequado". "A prioridade do BoJ é continuar persistentemente com a atual flexibilização monetária agressiva, centrada no controle da curva de rendimentos e, assim, apoiar firmemente a atividade econômica", disse.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Kuroda destacou que a postura acomodatícia já tem alterado as perspectivas inflacionárias no Japão, sinal de progresso em direção à meta do BC.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar