Participamos do

Minas e Energia: Leilão de Atapu e Sépia vai elevar em 12% produção de petróleo e gás

20:14 | Dez. 14, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Ministério de Minas e Energia (MME) prevê que, com o leilão dos campos de Atapu e Sépia, que será realizado na próxima sexta-feira, 17, a produção brasileira de petróleo e gás natural será elevada em 12%. A expectativa é de que os dois campos recebam investimentos de R$ 204 bilhões, informou o MME.

A previsão é de que sejam arrecadados R$ 120 bilhões em participações governamentais e impostos para o governo, e gerados cerca de 160 mil empregos diretos e indiretos.

O leilão de Sépia e Atapu terão bônus de assinatura de R$ 11,1 bilhões, dos quais R$ 7,7 bilhões serão repassados para estados e municípios, segundo o MME.

Esta é a segunda vez que os campos de Sépia e Atapu são ofertados em leilão pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), e fazem parte de um acordo de capitalização entre a Petrobras e a União, realizado em 2010, em troca de ações da estatal, chamado de cessão onerosa.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O acordo previa que a Petrobras poderia explorar até 5 bilhões de barris de óleo equivalente (petróleo e gás) e seis campos, mas a estatal encontrou mais do que o previsto, o que se chamou de excedentes da cessão onerosa. O primeiro leilão foi realizado em 2019, quando foram vendidos os excedentes dos campos de Búzios e Itapu.

Este também poderá ser o último grande leilão convencional da agência, que agora deverá licitar os campos de petróleo por meio da Oferta Permanente, um banco de ofertas contínuas que são licitadas a partir do interesse dos investidores.

As 18ª Rodada de Concessões e a 7ª e 8ª Rodadas de Partilha da Produção, que estavam em andamento na ANP, já foram incluídas na Oferta Permanente, além de outros campos que não tiveram ofertas nos leilões anteriores.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags