PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Em recuperação judicial, Oi anuncia receita líquida até R$ 15,5 bilhões em 2024 para nova empresa

Ainda é estimado Ebtida (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) entre R$ 1,9 bilhão e R$ 2,3 bilhões

Beatriz Cavalcante
10:04 | 19/07/2021
Em nova etapa da longa recuperação judicial, operadora Oi consegue vender maior parte das ações da InfraCo para grupo BTG por R$ 12,9 bilhões (Foto: Camila de Almeida/O POVO em 14-05-2019)
Em nova etapa da longa recuperação judicial, operadora Oi consegue vender maior parte das ações da InfraCo para grupo BTG por R$ 12,9 bilhões (Foto: Camila de Almeida/O POVO em 14-05-2019)

Em recuperação judicial, a Oi S.A. informa nesta segunda-feira, 19 de julho, seu Plano Estratégico para o triênio 2022-24 com foco na transformação da Nova Oi e prevê receita líquida entre R$ 14,8 bilhões e R$ 15,5 bilhões no período. Ainda é estimado Ebtida (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) entre R$ 1,9 bilhão e R$ 2,3 bilhões.

LEIA TAMBÉM | Vivo, Tim e Claro compram ativos da rede móvel da Oi por R$ 16,5 bi 

A empresa frisa que a divulgação se dá com as propostas vencedoras já homologadas nos processos competitivos para a alienação das principais UPIs e considerando a separação estrutural previstas no Aditamento ao Plano de Recuperação Judicial. A homologação ocorreu pelo Juízo da 7º Vara Empresarial da Comarca do Rio de Janeiro em 5 de outubro de 2020.

Conforme a empresa, haverá foco em modelo de negócios sustentável por meio da aceleração das receitas dos negócios principais e implementação de novas fontes de receita; readequação da sua estrutura de custos; equacionamento da concessão; e desenvolvimento da InfraCo (divisão especializada em fibra óptica da operadora), com o objetivo de ser líder em soluções digitais e conexões de fibra ótica que melhorem a vida das pessoas e empresas em todo o País.