PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

40 prefeituras do Ceará, Piauí e Rio Grande do Norte aderem a edital de TV digital

O prazo para novas adesões ao programa Digitaliza Brasil, que oferece, sem qualquer custo, a instalação completa da infraestrutura que leva o sinal digital da TV para a população foi aberto em 21 de junho

Beatriz Cavalcante
10:26 | 01/07/2021
Edital de TV digital tem prazo de um mês para adesão (Foto: Pixabay License/creativecommons)
Edital de TV digital tem prazo de um mês para adesão (Foto: Pixabay License/creativecommons)

Uma semana após abertura do edital, 40 prefeituras do Ceará, Piauí e Rio Grande do Norte mostraram interesse em ter a TV digital para a população. O prazo para manifestação, nesta primeira fase, encerra-se no dia 21 de julho.

Segundo o Ministério das Comunicações (MCom), o número de municípios que se manifestaram para aderir ao programa corresponde a 55% do total de cidades aptas nesta etapa, que somam 73.

Do total, a maioria, 44, está no Ceará, 12 no Piauí e 17 no Rio Grande do Norte. Os dados fazem parte de balanço da Seja Digital, entidade responsável pelo processo de redistribuição e digitalização de canais de TV.

O prazo para novas adesões ao programa Digitaliza Brasil, que oferece, sem qualquer custo, a instalação completa da infraestrutura que leva o sinal digital da TV para a população foi aberto em 21 de junho. 

Veja aqui a lista de municípios cearenses que podem aderir ao programa

"Nós vamos trocar todas as antenas analógicas por antenas digitais. As pessoas que ainda estão na era analógica não podem usufruir das novidades e benefícios que a TV digital traz, então vamos mudar esse cenário", ressaltou o ministro das Comunicações, Fábio Faria.

Leia Mais:

Abinee: falta de componentes atinge 73% das fábricas de eletroeletrônicos

O formulário de adesão é simplificado e está disponível no site do programa Digitaliza Brasil. A previsão é que a implantação do sinal digital seja concluído até abril de 2022.

De acordo com o Ministério, as prefeituras que forem qualificadas vão receber os equipamentos de transmissão destinados à digitalização das estações analógicas em operação e, adicionalmente, a instalação de mais dois canais, um para a transmissão de conteúdos da Empresa Brasil de Comunicação e outro para o conteúdo da Câmara dos Deputados e Assembleias Legislativas.

A instalação de toda a infraestrutura para a transmissão dos sinais digitais faz parte do pacote. Além disso, o programa vai distribuir kits de conversão do sinal analógico para o digital às famílias de baixa renda, integrantes do Cadastro Único, inclusive as beneficiárias do Programa Bolsa Família.

No Brasil, mais de 128 milhões de brasileiros já assistem ao canal aberto com sinal digital. Em 2019, o sinal analógico de tv foi desligado em Fortaleza e em mais 14 municípios cearenses.