PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Apple e Tesla se destacam em semana onde mais de 1/3 do S&P divulgam resultados

12:22 | 24/04/2021

Mais de um terço das empresas que compõem o S&P 500 vão divulgar seus resultados trimestrais nesta próxima semana, incluindo Apple e Tesla, com as companhias mostrando como a reabertura econômica está afetando seus negócios.

As gigantes de tecnologia vão dominar o calendário de divulgações. Além de Apple e Tesla, outras companhias como Microsoft, Alphabet (controladora do Google) e Amazon também vão mostrar seus números. Ao todo, serão 181 empresas do S&P 500 que farão divulgação dos números.

A Tesla faz sua divulgação na segunda-feira. A companhia de automóveis do Vale do Silício está tendo vendas recordes, entregando quase 185 mil veículos no primeiro trimestre. Entretanto, a empresa também vêm enfrentando questões sobre a segurança de seus veículos após um acidente no Texas e protestos na China.

Na terça, Microsoft e Alphabet divulgarão resultados após o fechamento do mercado. A Microsoft se beneficiou da forte demanda por seus serviços em nuvem e de games durante a pandemia. A companhia teve receitas recordes no trimestre passado e analistas projetam que as vendas vão crescer 17%, a US$ 41 bilhões.

O trimestre mais recente da Alphabet refletiu a recuperação em gastos com propagandas, que haviam despencado no início da pandemia. As receitas da empresa, que atingiram um recorde de US$ 56,9 bilhões no período anterior, podem passar de US$ 51 bilhões desta vez, uma alta de 25% na comparação anual.

Visa, United Parcel Service e Starbucks também vão divulgar seus balanços na terça-feira, após a varejista de alimentos Albertsons na segunda-feira.

As receitas das empresas que compõem o S&P 500 devem crescer 33,8% na comparação anual, de acordo com estimativas da FactSet. A porcentagem seria o maior crescimento desde o terceiro trimestre fiscal de 2010. No entanto, a comparação agora é mais favorável, uma vez que ano passado as empresas foram prejudicadas com a pandemia. Já o lucro no trimestre deve aumentar 7,5%, na comparação anual.

A Apple divulga seus números na quarta-feira. A fabricante do iPhone e do iPad viu o quarto trimestre ser o seu mais lucrativo, impulsionado pelo lançamento do iPhone 12, que tem acesso ao 5G. De acordo com o FactSet, analistas estão estimando que as vendas da empresa disparem 32%, a US$ 76,7 bilhões.

Facebook também divulgará resultados na quarta-feira. A empresa teve receitas recorde no último período e falou sobre as rusgas cada vez maiores com a Apple. Mark Zuckerberg disse à época que a Apple é uma de suas maiores competidoras. As vendas da empresa devem subir 34%, a US$ 23,7 bilhões.

Já na quinta-feira, Amazon deve ver um aumento de 39% em suas receitas, para mais de US$ 104 bilhões. Seria o segundo trimestre consecutivo com o indicador passando de US$ 100 milhões. A companhia se beneficiou da forte demanda por e-commerce na pandemia e também dos seus negócios de computação em nuvem, com empresas comprando serviços de software e capacidade em servidores.

Spotify, Ford, Boeing e Qualcomm também divulgam números na quarta-feira. Na quinta é a vez de Mastercard, Comcast e Caterpillar.

Na sexta-feira, duas gigantes do setor de energia, Exxon Mobil e Chevron. As duas companhias estão tentando superar um dos anos mais complicados na história da indústria do petróleo e gás. A pandemia depirmiu a demanda por combustíveis fósseis em um momento onde o setor enfrenta desafios como a escalada dos automóveis elétricos, a proliferação de energia renovável e o aumento nas preocupações sobre os impactos ambientais de suas operações. (Fonte: Dow Jones Newswires)