PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Déficit federal dos EUA avança 68% nos primeiros 5 meses do atual ano fiscal

17:35 | 10/03/2021

O déficit federal dos Estados Unidos aumentou 68% nos primeiros cinco meses do atual ano fiscal, entre outubro e fevereiro. O governo continua a gastar mais do que arrecada, no momento em que o país se recupera lentamente da pandemia da covid-19. O déficit entre outubro do ano passado e fevereiro de 2021 ficou em US$ 1 trilhão, de US$ 624 bilhões em igual período do ano passado, informou nesta quarta-feira o Departamento do Tesouro.

Os gastos federais totalizaram cerca de US$ 2,5 trilhões, alta de 25%, e as receitas subiram 5%, a cerca de US$ 1,4 trilhão.

Custos mais altos com seguro-desemprego, assistência alimentar e saúde puxaram os gastos para cima, enquanto mais arrecadação de impostos corporativos e remessas do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) elevaram as receitas do governo, informou o Tesouro.

Nos 12 meses encerrados em fevereiro, o déficit totalizou US$ 3,5 trilhões, ou 16,5% do Produto Interno Bruto (PIB).

O Escritório Orçamentário do Congresso (CBO, na sigla em inglês, entidade apartidária) projeta que o déficit do atual ano fiscal fique em US$ 2,3 trilhões, quase US$ 1 trilhão a menos do que o recorde do ano passado, porém mais do que funcionários projetavam em setembro.

Agora, o déficit orçamentário deve aumentar ainda mais, após a aprovação do pacote de US$ 1,9 trilhão nesta quarta na Câmara dos Representantes, com verbas para, por exemplo, distribuir mais vacinas e reabrir escolas.