PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Anatel bate martelo sobre leilão 5G na próxima segunda 1º

O voto do relator do processo, o conselheiro Carlos Baigorri, deverá vir sem restrições à fabricante chinesa Huawei no leilão do 5G no Brasil.

Irna Cavalcante
09:19 | 29/01/2021
Anatel define na próxima segunda-feira, dia 1º, regras para o leilão no Brasil (Foto: divulgação)
Anatel define na próxima segunda-feira, dia 1º, regras para o leilão no Brasil (Foto: divulgação)

O Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) decide na próxima segunda-feira, dia 1º, em reunião extraordinária, a aprovação do edital do leilão do 5G no Brasil. A reunião, que será realizada unicamente para debater o assunto, ocorrerá de forma virtual, às 10 horas, no site da reguladora.

Será discutido o edital de licitação das frequências de 700 MHz, 2,3 GHz, 3,5 GHz e 26 GHz. O leilão está marcado para o fim do primeiro semestre. O relator do processo, conselheiro Carlos Baigorri, deverá apresentar o relatório com as regras do leilão 5G sem restrições à fabricante chinesa Huawei, atualmente, a maior fabricante de equipamentos do tipo.

O documento já foi apresentado de forma prévia ao ministro das Comunicações, Fábio Farias. Até a semana passada, havia uma expectativa de que haveria barreiras impostas à chinesa, em função do alinhamento do presidente brasileiro Jair Bolsonaro com o ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que alegou ameaça à segurança nacional, por supostos dispositivos de vigilância embutidos nos aparelhos da empresa. Porém, a necessidade de conseguir insumos chineses para vacina tem forçado o Brasil a rever a relação diplomática com o gigante asiático.

A tecnologia 5G de internet móvel, em sua máxima potência, deverá oferecer altíssimas velocidades de internet no Brasil, até 20 maiores do que a 4G, além de maior confiabilidade e disponibilidade.