PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Rejeitado destaque na LDO que tentava crédito extra para compra de vacina

14:05 | 16/12/2020

Os deputados federais rejeitaram uma emenda na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) que tentava garantir a compra de vacinas contra a covid-19 em 2021 por meio da abertura de crédito extraordinário.

A emenda, apresentada pelo PSOL, autorizava a compra mesmo fora do período de calamidade pública.

O governo do presidente Jair Bolsonaro e o relator do projeto, Irajá Abreu (PSD-TO), orientaram voto contrário ao destaque.

O argumento é que a LDO não pode autorizar a abertura de um crédito extraordinário.

Além disso, o governo anunciou um crédito extra para compra de vacinas.