Participamos do

Ceará gera mais de 16 mil vagas de emprego em outubro

No Nordeste, o Estado fica atrás apenas da Bahia, que gerou somente um posto a mais de trabalho, totalizando 16.437
15:38 | Nov. 26, 2020
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Um total de 16.436 novos postos de trabalhos formais foi gerado no último mês de outubro no Ceará, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta quinta-feira, 26, pelo Ministério da Economia. Atrás somente da Bahia, esse foi o segundo melhor resultado do Nordeste (16.437).

O número de empregos de carteira assinada tem crescido nos últimos quatro meses. No acumulado do ano, entre 296.495 admissões e 295.448 demissões, o saldo positivo foi de 1.4047 vagas. No País, foram criadas 394.989 vagas com carteira assinada em outubro, resultado de 1.548.628 admissões e de 1.153.639 desligamentos. O resultado recorde na série histórica iniciada em 1992.

O estoque, que é a quantidade total de vínculos ativos, em outubro chegou a 38.638.484, variação de 1,03% em relação ao mês anterior. No acumulado do ano, o resultado é negativo em 171.139, decorrentes de 12.231.462 admissões e de 12.402.601 desligamentos.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Dos cinco grandes grupamentos de atividades econômicas, quatro tiveram melhor desempenho no emprego em outubro. O principal foi o setor de serviços, que abriu 156.766 novas vagas. No comércio foram criados 115.647 postos; na indústria, 86.426; na construção, 36.296.


Com Agência Brasil

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags