PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Campos Neto: ontem foi o primeiro passo para a autonomia do BC

19:56 | 04/11/2020

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou nesta quarta-feira, 4, que ontem foi dado um passo importante para a autonomia do Banco Central, com a aprovação do projeto pelo Senado. "Houve um trabalho importante de convencimento dos parlamentares", citou Campos Neto.

Segundo ele, o BC atualmente já atua de forma independente. "Hoje já temos a autonomia operacional, apesar de não estar na lei", comentou Campos Neto. "O projeto coloca a autonomia no papel e desvincula o ciclo de política monetária do ciclo político", destacou.

Isso será possível, segundo ele, a partir da adoção de mandatos não coincidentes para o presidente do BC e os oito diretores da autarquia. Conforme Campos Neto, a autonomia dará mais credibilidade ao sistema, o que terá efeito de queda sobre as taxas de juros de longo prazo. "Com juro longo mais baixo, você passa a ter inflação mais controlada", acrescentou.

Campos Neto lembrou ainda que, uma vez aprovada a autonomia do BC, o mandato do presidente da autarquia passará a valer até o segundo ano do próximo governo. Campos Neto participa nesta noite de entrevista ao canal virtual "Me Poupe!".