PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

BC/Fernanda Nechio cita 2ª onda da covid-19 na Europa e sinais de recuo no Brasil

15:51 | 15/10/2020

A diretora de Assuntos Internacionais do Banco Central, Fernanda Nechio, voltou a citar nesta quinta-feira, 15, durante reunião por videoconferência com a UBS Asset Management, que a Europa enfrenta uma "segunda onda" da pandemia de covid-19. Ao mesmo tempo, ela avaliou que há sinais de recuo do vírus no Brasil. Segundo ela, a propagação do novo coronavírus no País está "mostrando melhorias".

Política monetária

Fernanda Nechio reforçou durante reunião virtual, uma série de mensagens dos documentos mais recentes do BC sobre política monetária. Segundo ela, "devido a questões prudenciais e de estabilidade financeira, o espaço remanescente para utilização da política monetária, se houver, deve ser pequeno".

Fernanda Nechio também reafirmou que "a conjuntura econômica continua a prescrever estímulo monetário extraordinariamente elevado" e que a instituição não tem a "intenção de reduzir o grau de estímulo monetário, a menos que as expectativas de inflação, assim como as projeções de inflação de seu cenário básico, estejam suficientemente próximas da meta de inflação para o horizonte relevante de política monetária".