PUBLICIDADE
Economia
Noticia

Ceará mantém 13ª posição em ranking de inovação entre os estados

Segundo a Fiec, São Paulo, Santa Catarina e Paraná aparecem, respectivamente, nas três primeiras colocações. Já nas últimas, estão Tocantins, Roraima e Amapá

09:38 | 13/10/2020
Central de testagem da Fiocruz no Ceará ocupa uma área de 2,3 mil m² e está localizada no Eusébio (Foto: Tatiana Fortes/Divulgação)
Central de testagem da Fiocruz no Ceará ocupa uma área de 2,3 mil m² e está localizada no Eusébio (Foto: Tatiana Fortes/Divulgação)

O Ceará continua no 13º lugar do Índice Fiec de Inovação dos Estados. A edição deste ano da publicação foi divulgada nesta terça-feira, 13, pela Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), por meio do Observatório da Indústria. São Paulo, Santa Catarina e Paraná aparecem, respectivamente, nas três primeiras colocações. Já nas últimas, estão Tocantins, Roraima e Amapá.

Quanto às regiões, o resultado de 2020 permaneceu o mesmo em relação a 2019: Sul (1º), Sudeste (2º), Centro-Oeste (3º), Nordeste (4º) e Norte (5º).

Índice é desenvolvido em duas etapas

O índice é desenvolvido em duas categorias: capacidades e resultados. A primeira capta o ambiente de inovação dos estados, enquanto a segunda mensura a inovação em si. Os indicadores representam aspectos relevantes de serem fomentados para o desenvolvimento econômico dos estados, principalmente por serem motores de produtividade e competitividade.

Em conjunto, os indicadores compõem o Índice de Inovação, cujo objetivo é identificar as posições dos estados brasileiros sob estes aspectos. Entre os indicadores de Capacidades, são analisados cinco aspectos: Investimento Público em Ciência e Tecnologia; Capital Humano – Graduação; Capital Humano – Pós-Graduação; Inserção de Mestres e Doutores na Indústria; e Instituições.

Já em relação aos indicadores de Resultados, cinco aspectos são observados: competitividade Global; Intensidade Tecnológica; Propriedade Intelectual; Produção Científica; e Infraestrutura de Inovação.

Os cinco primeiros colocados no Índice de Capacidades

1. São Paulo

2. Santa Catarina

3. Paraná

4. Espírito Santo

5. Distrito Federal

Os cinco primeiros colocados no Índice de Resultados

1. São Paulo

2. Santa Catarina

3. Rio Grande do Sul

4. Paraná

5. Rio de Janeiro

Posições do Ceará por categorias analisadas

Índice Geral: 13º lugar

Investimento em Ciência e Tecnologia: 14º

Capital Humano - Graduação: 16º

Capital Humano - Pós-Graduação: 11º

Inserção de Mestres e Doutores na Indústria: 10º

Instituições:

Competitividade Global: 23º

Intensidade Tecnológica: 11º

Propriedade Intelectual: 19º

Produção Científica: 10º

Infraestrutura de Inovação: 11º