PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Correção: FGV/IAE: Atividade Econômica cresceu 2,8% em julho ante junho

17:38 | 11/09/2020
A nota publicada anteriormente continha uma incorreção no texto. O título da nota, corretamente, informa que o IAE-FGV teve crescimento de 2,8% em julho ante junho, mas o texto mencionava, incorretamente, alta de 1,4%. Segue o texto corrigido:
O Indicador de Atividade Econômica da Fundação Getúlio Vargas (IAE-FGV) teve um crescimento de 2,8% no mês de julho em relação a junho. Na comparação com julho de 2019, houve queda de 6,3%, informou a FGV nesta sexta-feira, 11.
No trimestre móvel terminado em julho, o IAE-FGV teve retração de -4,3% em comparação ao trimestre móvel encerrado em abril. Com isso, o IAE-FGV acumula queda de 5,8% no ano até julho.
"Apesar de serem resultados muito negativos, são melhores do que as variações observadas em junho", diz a nota divulgada pela FGV.
Em junho, o IAE-FGV apontou queda de 7,5% em relação a igual mês de 2019. No segundo trimestre, o indicador tombou 11,1% ante o primeiro trimestre.
O IAE-FGV é um indicador mensal que antecipa a tendência da economia brasileira, com base na publicação de pesquisas mensais sobre setores econômicos apuradas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). As principais informações para a atualização do indicador são obtidas pela Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física (PIM-PF), Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) e Pesquisa Mensal de Serviços (PMS).
Esta última apontou alta de 2,6% em julho ante junho, como informou o IBGE nesta sexta-feira, 11.
Esta foi a última com divulgação pública do IAE-FGV, que era calculado para balizar os estudos internos da entidade. Os dados voltarão a ser "um produto exclusivamente privado" a partir de outubro, quando será calculado o desempenho referente ao mês de agosto.