PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Educação recua 3,47% e gera alívio no IPCA de agosto, mostra IBGE

12:23 | 09/09/2020
Os descontos nas mensalidades escolares em decorrência da pandemia e captados apenas em agosto ajudaram a conter em 0,22 ponto porcentual a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) no mês, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Os gastos com Educação recuaram 3,47%. A suspensão das aulas presenciais por conta da covid-19 fez várias instituições de ensino concederam descontos nos preços das mensalidades, que foram devidamente apropriados no IPCA de agosto.
Os preços dos cursos regulares recuaram 4,38%. A maior queda foi observada na pré-escola (-7,71%), seguida por cursos de pós-graduação (-5,84%), educação de jovens e adultos (-4,80%) e creches (-4,76%).
O IPCA subiu 0,24% em agosto, mas a alta teria sido de 0,48% se neutralizada a queda dos cursos regulares, calculou Pedro Kislanov, gerente do Sistema Nacional de Índices de Preços do IBGE.
O IBGE avalia fazer nova coleta de preços de educação em dezembro deste ano, caso as aulas presenciais sejam retomadas.
"A gente vai aguardar até o fim do ano, estamos avaliando isso", disse Kislanov. "Havendo volta de aulas presenciais, faremos nova coleta em dezembro, para captar tudo este ano", acrescentou.