PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Investimento bilionário: Hapvida expande infraestrutura e rede de atendimento

As ações reforçam a presença do grupo cearense no Sudeste e no Centro-Oeste do Brasil

21:25 | 08/09/2020
Sistema Hapvida (Foto: hapvida)
Sistema Hapvida (Foto: hapvida)

O sistema Hapvida anunciou, nesta terça-feira, 8, a realização de um investimento - avaliado em mais de um bilhão-, em três importantes operações que visam, entre outros, expandir a infraestrutura e a rede de atendimento da empresa. Todos os detalhes das transações foram divulgados por meio de uma teleconferência com representantes do grupo.

Entre as operações está a compra do grupo de saúde Promed (Belo Horizonte), a aquisição da carteira de clientes da Samedh (Goiânia) e o arrendamento do Hospital Sinhá Junqueira, em Ribeirão Preto (São Paulo). As ações reforçam a presença do grupo cearense no Sudeste e no Centro-Oeste do País.

Só a compra da Promed está avaliada em 1,5 bilhão. A operação da Samedh teve preço fixado em R$ 20 milhões e o arrendamento do Hospital Sinhá Junqueira terá investimento de mais de R$ 11 milhões, contando com ações de modernização do espaço.

| LEIA MAIS |

Brasil teve investimento líquido negativo entre 2016 e 2019, diz Ipea

Embate entre Embraer e metalúrgicos após demissões deve parar na Justiça

Em relação a expansão de atendimento, o grupo adquiriu três hospitais, com 255 leitos, um hospital dia com 18 leitos e sete clínicas de atendimento primário com a transação da Promed. Com a aquisição da carteira de clientes da Samedh devem ser inaugurados, no primeiro semestre de 2021, uma unidade hospitalar, um pronto atendimento, uma clínica e duas unidades de diagnóstico.

Já o arrendamento da unidade Sinhá Junqueira permitiu que a empresa adquirisse 25 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátricos, 25 leitos de UTI neonatais, 100 leitos de internação, um centro cirúrgico, 42 apartamentos individuais e duplos, entre outros.

"Estamos muito contentes. É uma ação bastante estratégica, pois a gente verticaliza a nossa necessidade de maternidade e pediatria. O hospital se tornou referência no atendimento infantil", pontuou na ocasião Bruno Cals, Diretor Superintendente Financeiro e de Relações com Investidores do grupo- acerca do arrendamento.

Antes das aquisições, o grupo Hapvida vinha mostrando crescimento de 62,7% da receita líquida, chegando a R$ 2,1 bilhões somente entre abril a junho deste ano. Já o lucro líquido alcançado pela empresa nesse período foi de R$ 278,6 milhões.