PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Grendene retoma atividades no Ceará a partir de 6 de maio com redução de jornada e salários

Jornada de trabalho e salários estarão reduzidos em 70%

19:07 | 27/04/2020
Unidade da Grendene em Sobral
Unidade da Grendene em Sobral (Foto: Reprodução/Google Maps)
A Grendene, empresa de calçados, anunciou o retorno das suas atividades nas fábricas dos municípios de Sobral e Crato, no Interior do Ceará a partir do próximo dia 6 de maio. O retorno, porém, será com jornada de trabalho e salário reduzidos em 70%. Anteriormente, a Grendene havia afirmado que o retorno ocorreria nesta segunda-feira, 27, mas corrigiu a informação.
 
"A Grendene informa que as atividades da companhia nas unidades de Sobral e Crato, no Ceará, serão retomadas de forma gradual, partir de 6 de maio, com redução de jornada e salários em 70%", afirma nota da empresa. O retorno dos trabalhos será feito em duas etapas, acordadas com o Sindicato. 
 
Entre 27 de abril e 5 de maio, os funcionários seguem dispensados do trabalho, utilizando banco de horas. A partir do dia 6 de maio, as atividades voltam, de forma parcial e conforme acordado. A unidade de Fortaleza segue com férias coletivas até o dia 12 de maio, assim como a fábrica de Teixeira de Freitas, na Bahia, de acordo com comunicado oficial publicado no site da Grendene.
 
A unidade Farroupilha, no Rio Grande do Sul, já retornou às atividades com redução salaria e de jornada no início de abril.
Com Agência Estado