PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Pesquisa mostra profissionais de beleza estão entre os mais procurados durante a quarentena

Levantamento indica que profissionais do setor de beleza estão entre os mais procurados durante o período de isolamento social

Victor Hugo Pinheiro
14:29 | 20/04/2020
Segmento adotou uma abordagem mais "híbrida", com o fortalecimento de experiências presenciais e o uso intenso de canais online em vendas e relacionamento com os clientes. (Foto: Camila De Almeida)
Segmento adotou uma abordagem mais "híbrida", com o fortalecimento de experiências presenciais e o uso intenso de canais online em vendas e relacionamento com os clientes. (Foto: Camila De Almeida)

As medidas de isolamento social impediram a ida das pessoas até locais como salões e barbearias. Porém, o fechamento dos estabelecimentos não impediu a população de tomar os cuidados estéticos necessários, afinal, os profissionais do setor de estética - como os cabeleireiros - são um dos mais procurados no atendimento à domicílio durante a quarentena. Um levantamento feito pela GetNinjas, empresa de contatação de serviços, mostra o aumento da demandada por cabeleiros em 160%.

A pesquisa foi feita entre os dias 5 a 11 de abril, e também revelou que procura por manicures aumentou em 30%, enquanto a solicitação por depilações cresceu em 59%. A procura pelos profissionais durante à pandemia de Covid-19 mostra a força do setor de beleza no País, que é o terceiro maior consumidor de produtos estéticos no mundo, e segundo a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos, o segmento cresceu em mais de 500% nos últimos cinco anos.

"O que vemos é o surgimento de novos hábitos dos consumidores na contratação para esses tipos de serviços. Esse novo fluxo de trabalho funciona na contramão da atual crise gerada em muitos outros setores e tem o potencial de impactar positivamente na renda desses profissionais", comenta Eduardo L’Hotellier, fundador e CEO do GetNinjas.

O GetNinjas está disponível nas plataformas Android, iOS e Web, e orienta os prestadores de serviço cadastrados no aplicativo à seguirem as recomendações sanitárias do Ministério da Saúde em trabalhos realizados presencialmente.