PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

BNB e Sebrae assinam acordo de cooperação para beneficiar micro e pequenos empreendedores

Além da facilitação e ampliação dos atendimentos para financiamentos, o acordo prevê a ampliação da capacitação dos empreendedores, além de pesquisas conjuntas e a realização de um fórum de discussão da região Nordeste.

SAMUEL PIMENTEL
15:27 | 22/11/2019
Acordo de cooperação técnica foi fechado na sede do BNB, em Fortaleza. (Foto: Divulgação / BNB)
Acordo de cooperação técnica foi fechado na sede do BNB, em Fortaleza. (Foto: Divulgação / BNB) (Foto: DIVULGAÇÃO)

O Banco do Nordeste (BNB) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) assinaram um acordo de cooperação técnica que deve permitir a ampliação do atendimento aos micros e pequenos empreendedores (MPEs) nordestinos. De acordo com as instituições, a iniciativa ainda prevê a ampliação da capacitação dos empreendedores, além de pesquisas conjuntas e realização de um fórum de discussão da região Nordeste.

A expectativa do presidente do BNB, Romildo Rolim, é que o crédito voltado para este público seja de maior qualidade, uma vez que os empreendedores que passam pelo Sebrae têm maior preparo para condução dos negócios. As conversas entre as instituições iniciaram em maio.

Romildo destacou que a parceria celebra convergência de missões. “O Sebrae fazendo seu papel antecedente ao crédito e o Banco ofertando crédito de forma sustentável. Assim, contribuímos para a perpetuidade das empresas. Queremos ser não apenas financiadores, mas também consultores das micros e pequenas empresas", destacou.

O diretor de Administração e Finanças do Sebrae Nacional, Eduardo Diogo, celebra o acordo com o BNB e afirma que é de interesse do Sebrae continuar ampliando as ações em benefício dos MPEs do Nordeste. Ele ainda comentou que na segunda-feira, 25, acordo semelhante será assinado, em São Paulo, com executivos do Banco do Brasil.

Diogo ainda diz que com o compartilhamento de informações e expertises, o acordo proporcionará uma convergência entre as instituições. "Estamos numa lógica de mais Nordeste e mais Brasil. É uma série de ações que poderemos desenvolver de forma mais integrada, dentro desse acordo de cooperação técnica".

Também presente ao encontro, o secretário do Desenvolvimento, Indústria, Comércio, Serviços e Inovação do Ministério da Economia, Gustavo Ene, destacou a importância da parceria. "O Nordeste tem tradição empreendedora. Então é natural que os esforços do Sebrae, aquele que mais entende do micro e pequeno empreendedor e do MEI, sejam somados ao trabalho do Banco do Nordeste, que tem um papel de facilitador do acesso ao crédito para promover o desenvolvimento desses pequenos negócios."