PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Comissão de Saneamento rejeita por 20 votos a 2 requerimento de retirada de pauta

12:41 | 23/10/2019
A Comissão Especial de Saneamento da Câmara rejeitou por 20 votos a 2 um requerimento de retirada de pauta apresentado pela oposição nesta quarta-feira, 23. Com isso, o presidente do grupo, Evair de Melo (PP-ES), deu início à fase de discussões, em que cada parlamentar inscrito tem 15 minutos para falar.
Antes, o relator, deputado Geninho Zuliani (DEM-SP), anunciou que irá apresentar seu voto complementar até o próximo dia 29, um dia antes da data prevista para votação do relatório, que foi apresentado há duas semanas.
Com isso, a oposição defendeu que a sessão de discussão não ocorresse nesta quarta-feira.
A deputada Flavia Morais (PDT) sugeriu que a sessão fosse suspensa e os deputados realizassem uma reunião sobre o relatório, juntando ao debate o voto em separado apresentado por Fernando Monteiro (PP-PE).
Líder do Podemos, o deputado José Nelto fez uma manifestação enfática de contrariedade ao relatório de Geninho. "Não vamos entregar o serviço de saneamento no Brasil para um grupo de empresários. O que eu puder fazer para obstruir, vou fazer", disse.
Já o deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) afirmou ser importante que as discussões ocorressem nesta quarta, para que Geninho possa anotar as sugestões dos parlamentares da comissão e incorporá-las, se concordar, no novo relatório.
Moreira, relator da reforma da Previdência na Câmara, também disse discordar de vários pontos do relatório de Geninho. "O relator tem demonstrado muita boa vontade. São várias conversas. Já que ele já admite fazer voto complementar, é importante que haja debate sobre relatório que ele já apresentou", disse o deputado.