PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

PMI de serviços da China cai para 51,3 em setembro, menor nível em 7 meses

04:26 | 08/10/2019
O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) do setor de serviços da China recuou de 52,1 em agosto para 51,3 em setembro, menor leitura em sete meses, segundo dados publicados nesta terça-feira, 8, pela Caixin/IHS Markit.
Apesar da queda, o indicador acima de 50 aponta expansão do setor, enquanto resultados abaixo desta marca indicam retração.
Por outro lado, o PMI composto chinês, que engloba serviços e manufatura, subiu de 51,6 em agosto para 51,9 em setembro, atingindo o maior patamar desde abril.
Em nota, a IHS Markit informa que a produção de bens na China avançou no ritmo mais acelerado desde agosto de 2018. Além disso, o volume de novas encomendas no segmento de serviços teve sua variação positiva mais expressiva desde janeiro do ano passado.
"A economia da China mostrou sinais de recuperação marginal em setembro, com melhora no mercado de trabalho e aceleração da demanda doméstica", avalia Zhengsheng Zhong, diretor de análise macroeconômica do grupo CEBM, parceiro da Caixin. "Contudo, flutuações no câmbio e o encarecimento da mão de obra e matéria-prima aumentaram a pressão sobre as companhia, prejudicando a confiança das empresas".