PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Número de aeroportos da 7ª rodada não está 'totalmente' fechado, diz secretário

23:21 | 09/09/2019
O secretário Nacional de Aviação Nacional, Ronei Glanzmann, disse nesta sexta-feira, 6, que o número de aeroportos da sétima e última rodada de concessão, prevista para ocorrer no 1º trimestre de 2022, ainda não está totalmente fechado em função de conversas sobre alguns aeroportos pequenos serem eventualmente assumidos pelo Estados.
A Infraero ainda opera 44 aeroportos depois da 5ª rodada de concessão, e o projeto é que eles não sejam mais administrados pela empresa até o final do governo Bolsonaro. "A Infraero vai passar a operar dentro de uma nova lógica, de uma nova carteira, que são os aeroportos regionais em parceria com Estados e municípios", disse.
A dúvida sobre o número de aeroportos programados para concessão foi suscitada após o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, afirmar que a sexta rodada contaria com 22 aeroportos, como já previsto, e 19 na última, o que não somaria os 44 aeroportos ainda sob gestão da Infraero.
"A gente só vai ter fechado esse número assim que a gente concluir essa rodada de negociação, que deve acontecer até o final deste ano", afirmou o secretário de Aviação.
Perguntado sobre quais ainda estão em negociação, Ronei citou que são "poucos" e "pequenos", e citou o Aeroporto de Parnaíba, localizado no Piauí. "O Estado tem interesse de assumir a outorga desse aeroporto para fazer desenvolvimento de um projeto local", disse.